Como salvar uma entrevista ruim de emprego

Categoria dos serviços da psicóloga: serviços variados de psicologia
Entrevista ruim de emprego

Passou por um dia ruim e isso pode impedi-lo de conquistar aquela vaga dos sonhos? Saiba o que fazer para salvar uma entrevista ruim de emprego.

Enfrentar uma entrevista de emprego requer conhecimento prévio, mente tranquila, mas, principalmente, um estado de espírito que combata a negatividade. Por esta razão, a psicologia pode ajudar a salvar uma entrevista ruim, por exemplo. Saiba como isso pode ser possível.

Como salvar uma entrevista ruim

Quando nos deparamos com uma entrevista que parece estar indo por água abaixo, é o momento de repensar formas de lidar com nossos erros. Também podemos aprender a como lidar com isso.

Não é nada simples. Muitas vezes, parece não importar o quanto de esforço empreendemos para a realização de uma entrevista, sentimos que algo foi mal. Então, quando isto ocorre, algumas inquietações tendem a tomar conta do nosso estado emocional, tais como:

  • Nervosismo;
  • Estresse;
  • Ansiedade;
  • Dores de cabeça;
  • Problemas estomacais, etc.

É difícil focar no que fazer neste momento e também como eliminar a tensão. Salvar uma entrevista ruim, sem procurar as causas dessa sensação, pode ser um grande empecilho. Seja o que for, se não tivermos inteligência emocional e um “plano B”, isso pode resultar em dificuldades em dar a volta por cima durante uma entrevista.

Gostaria de saber como salvar uma entrevista ruim de emprego? Então confira nossas dicas.

1. Dê tempo ao tempo

Nem sempre estamos bem emocionalmente no momento de uma entrevista de emprego. As circunstâncias materiais, econômicas, as contas para pagar, problemas no relacionamento não esperam você fazer uma entrevista para acontecerem. Por este motivo, a pessoa deve sempre “estar preparada” para enfrentar este momento.

Caso o resultado da sua entrevista não tenha sido positivo, aproveite para refletir sobre esta experiência.

2. Saiba que tudo é aprendizado e nada é desperdiçado

Um “não” pode significar um “sim” internamente, depende do ponto de vista que você entende a recusa. Este tempo é precioso para reavaliar estratégias, afinar condutas e desenvolver-se melhor.

3. Seja sincero, aconteça o que acontecer

Está procurando por psicóloga em São Paulo para questões variadas sobre psicologia? Então conheça as psicólogas no nosso consultório de psicologia, confira o valor da consulta e agende uma consulta diretamente pelo site.

Seja sempre sincero. Talvez em algum momento da fala, tenha evidenciado na frente de um entrevistador, alguma avaliação que foi negativa ou não coerente. Para evitar isso, tenha ética, seja honesto.

>>> Veja também: Como vencer o medo de falar em público.

Busque ter autocontrole para que o seu nervosismo não prejudique a entrevista. Você pode não perceber as reais intenções de uma pergunta do entrevistador, portanto, a melhor estratégia é ser sincero.

 

4. Peça uma segunda chance

Lembre-se de uma coisa: os entrevistadores também são humanos e entendem que as pessoas têm dias ruins. E, por isso, uma boa forma de salvar uma entrevista ruim de emprego é pedir uma segunda chance.

Uma boa ideia é enviar um e-mail de agradecimento logo após a entrevista e explicar que você não estava nos seus melhores dias. E, por isso, não conseguiu mostrar suas qualificações para a vaga. Em seguida, pergunte se há alguma maneira de você fazer uma nova entrevista. Quem sabe, o empregador pode ficar impressionado com sua iniciativa e respeitar seu desejo de reverter uma situação negativa.

Gostou da ideia? Então veja algumas coisas importantes para ajudá-lo a pedir uma segunda chance.

  • Resumidamente, explique o que deu errado. Seja simples e direto, não exagere nas desculpas.
  • Enfatize seu interesse no trabalho.
  • Mostre que está disposto a fazer uma nova entrevista, se isso for possível.
  • Reitere a opção de entrar em contato com suas referências. Referências fortes podem tranquilizar os entrevistadores de que seu desempenho ruim era atípico e atestam suas habilidades profissionais.

Toda entrevista de emprego serve para garantir que o selecionado seja, de todos, o melhor candidato para a vaga. A negatividade é um grande empecilho e uma das maiores causas do insucesso de qualquer candidato. Para salvar uma entrevista ruim é preciso ser assertivo e ter uma boa dose de inteligência emocional.

Uma entrevista de emprego é um grande momento de autoavaliação, a hora decisiva de ir de encontro a uma nova chance profissional, o novo emprego.

Mas, é importante lembrar que a sua atitude profissional e ética falarão mais alto. Dificilmente consegue-se ter sucesso logo na primeira entrevista.

Quer saber ainda mais sobre entrevista de emprego e assertividade? Então pode se interessar por esse texto: 5 características de pessoas assertivas.

Quem leu esse texto também se interessou por:

Autora: Thaiana F. Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)
*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.