Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Dificuldade de concentração

Dificuldade de concentração

Você tem milhões de coisas para fazer, mas a concentração não vem, o tempo passa e ansiedade e dispersão ficam cada vez maiores. Já passou por isso?

A dificuldade de se concentrar nas tarefas cotidianas e a frustração por não conseguir completá-las incomodam desde crianças até adultos.

Quem sofre com o problema sabe que focar em uma simples tarefa pode exigir um esforço descomunal.

Para aliviar os sintomas, você pode cuidar da rotina, mas conhecer a origem do problema é essencial para controlar a mente nesses momentos de desatenção. As causas variam entre estresse, tensão, depressão, fadiga e podem ser também originárias da infância.

Abaixo, você vai ver algumas razões para a dificuldade de concentração.

Falta de concentração desde criança

Os Psicólogos

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Quando a dificuldade é observada há algum tempo em crianças, geralmente a causa é um distúrbio chamado de TDAH. Como ele não inicia na vida adulta, o quadro se apresenta desde a infância e se é detectado em adultos, provavelmente não foi diagnosticado antes.

Um bom psicólogo irá avaliar a história da infância, adolescência e complicações na vida adulta para descobrir se a causa é o transtorno ou tem outra razão.

Problemas pessoais e emocionais

Emoção e concentração são irmãs e por isso se algo vai mal na vida pessoal e/ou profissional, fica difícil prestar atenção em qualquer coisa.

Separações, desemprego e a morte de entes queridos acabam sendo as grandes causas da dispersão temporária nos adultos.

Esse tipo de desatenção pode ser tratado com a ajuda de um psicólogo, e assim que a “dor” vai embora, a falta de foco também desaparece.

Ansiedade

Pessoas muito ansiosas costumam sofrer com a falta de concentração. Da ansiedade vem o estresse, que acaba tirando a atenção do que realmente importa e criando problemas imaginários maiores do que são.

A dica é fazer exercício físico, relaxar, ouvir uma música, meditar e assim por diante.

Qual é o seu nível de:

ANSIEDADE
ESTRESSE
DEPRESSÃO
FAZER O TESTE GRATUITO

Déficit de atenção

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é o vilão da concentração. Esse transtorno pode causar prejuízos na vida afetiva, na escola e no trabalho se não for tratado.

Guia Completo de Como Selecionar seu Psicólogo

Se você é daqueles que gosta de entender tudo nos mínimos detalhes, então esse guia é para você! No guia completo você vai conhecer todo o processo desde onde procurar e selecionar um psicólogo, como é a primeira consulta, como se preparar para a terapia, como é o processo terapêutico e até como avaliar os resultados.

COMO SELECIONAR O SEU PSICÓLOGO

Para se ter uma ideia, entre 3 e 6% das crianças em fase escolar são diagnosticadas com este transtorno e, desses, 30 a 50% persistem até a idade adulta, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

O sintoma é a dificuldade de se concentrar por muito tempo diante de algo, mas nem toda falta de concentração é resultado do TDAH, já que este é produto de fatores genéticos e externos.

Se tratado, o TDAH é pode ser revertido de diversas maneiras. Para achar a mais indicada, o profissional levará em conta o transtorno comportamental, o estado emocional e psicológico da pessoa e o ambiente em que vive

Um dos tratamentos mais eficazes entre as terapias é o TCC — Terapia Cognitivo Comportamental. Ela ajuda a buscar maneiras de redirecionar a atenção, reconstruir crenças, e de se sentir novamente capaz de realizar tarefas e até mesmo de ser sociável com outras pessoas.

Como? Com estratégias de resolução de problemas, controle de tempo, de raiva e de agressividade.

Como trabalhar esta dificuldade?

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Como mencionamos, nem toda dificuldade de concentração é originária do TDAH. No entanto, há algumas dicas que servem para os dois casos e que podem ajudar bastante na hora de realizar uma tarefa.

  • Reorganize tarefas e rotinas para não ficar sobrecarregado e conseguir manter o foco;
  • Reveja mágoas e traumas;
  • Tire de perto tudo o que pode te distrair (barulho, celular, televisão);
  • Mantenha hábitos saudáveis e uma alimentação equilibrada;
  • Procure um profissional psicólogo, para receber as orientações corretas e lhe ajudar no processo.

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Thaiana Filla Brotto

Thaiana é psicóloga e CEO do consultório Psicólogos Berrini. Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC. Thaiana Brotto é registrada no Conselho Regional de Psicologia sob o número 06/106524

24 comentários em “Dificuldade de concentração

    • Olá, sou do Ceará.
      Nossa, tenho o mesmo problema não consigo ter foco e minha mente fica viajando em outros mundos toda hora. inclusive tenho baixa estima quase sempre e me atrapalha muito na hora de interagir socialmente.

  1. Minha dificuldade de concentração é quando eu tô fazendo uma atividade ou eu tô fazendo algo que eu preciso bastante concentração Mas sempre tem uma pessoa para fazer um barulhinho atrapalhar abrir a porta estou aqui na cama fazendo alguma coisa mas tem alguém para fazer um barulho isso é chato estressante mas a gente tem que aturar isso aí

    • Eu compreendo! Vale conversar com o pessoal de casa, quando estiver fazendo uma tarefa que exija muito a sua concentração, para eles colaborarem se possível…

  2. Minha falta de atenção me faz esquecer as coisas, algo que preciso fazer e por não ter atenção deixo de fazer, isso prejudica até meu relacionamento

      • Nossa um psicólogo é muito bom na vida cotidiana das pessoas, e tão bom quando tudo dá certo, está bem, mas para nos ajudar ainda mais precisamos de orientação profissional para melhorar ainda mais. Tenho certeza que um dia poderei consultar um psicólogo e assim tudo melhorar na minha vida de uma vez por todas.

  3. Eu não consigo ter foco. Começo uma coisa logo já estou em outra até sem perceber. Nunca consegui ler um livro. Começo a primeira página e quando viro esta página já não sei o que li. Sempre desde criança eu tinha alguma mania. A última que tenho até hoje é de roer unhas. Consigo parar uns tempos mas as vezes volto. Eu tenho déficit de atenção ou o que?

    • Seria interessante você marcar uma consulta com psicólogo ou psiquiatra para se aprofundar mais e se for o caso, obter um diagnóstico.

  4. Quero muito poder concentrar e conseguir uma renda no trabalho design gráfico ,pra mim conquista minhas coisas…, sempre quando começo a foca algo relacionado ao trabalho ,acabo desviando o foco ,desistindo de fazer ou quando as pessoas chegam pra mim falando coisas sem antes de saber oque estou fazendo…,Nunca fui de fala pra alguém ou ate mesmo pros meus pais oque estou fazendo…Agora por exemplo ,quero muito trabalha de design gráfico, fico no quarto fazendo minhas artes, tentando manter o foco sabe…,porém está difícil demais, é muito triste sabe que pra ter apoio ou se enxergado, é só quando tive ganhando dinheiro, não quero isso, não tenho apoio nenhum, o apoio que falo não é material ou dinheiro e sim uma palavra, acredita em mim e no que sou capaz…, tenho 23 anos, conforme vai passando o tempo ,vai dando um desespero de não ter conquistado nada ainda ,como se eu tivesse ficando pra trás…Sinto que tem algo me segurando de fazer as coisas, quero muito entender oque está acontecendo e pode melhorar isso, já tem tempo que não durmo direito, viro a noite e não é porque fico no computador ou celular ,pra mim é preocupação e medo…

    • Um psicólogo pode te ajudar a entender o que está havendo. Pense na possibilidade de marcar uma consulta.

    • já passei por isso amigo, comigo foi um conflito interno que tive , devido alguma insegurança que carreguei desde a infancia, com o passar do tempo superei os meus traumas e medos e fui avançando, comecei a fazer as coisas por prazer, por que eu quero realizar, sem a esperança de ser reconhecida por isso mas fazer por prazer em realizar algo que eu gosto, então logo o reconecimento pelo meu trabalho apareceu sem eu esperar.

  5. Parece que o dia não me alcança para nada. Às vezes me sinto completamente improdutiva. Gostaria de me focar mais nas minhas prioridades. Mas, tenho que confessar que ultimamente tem algo que tem tirado muito meu foco e é minha interação com as outras pessoas. Eu não sei se isso é normal, mas estou sentindo que as pessoas me estão rejeitando. Me esforço por ser agradável, educado, gentil e mesmo assim, as pessoas me bloqueiam no Whatsapp… Casos concretos: minha orientadora do laboratório… Entendo que ela assumiu me orientar apenas porque é uma exigência do instituto que ela tenha orientandos… É claro que ela não quer que eu dê nenhum tipo de trabalho para ela. E eu tento. Mas, achei muito desconsiderado ela chegar ao ponto de me bloquear no whatsapp. Ela já não respondia as mensagens. Ela não está nem aí para mim. E claro, eu preciso dela porque tenho que defender meu trabalho… Eu tenho uma data certa para defender e ela não se importa nem em me confirmar se a gente pode marcar nessa data… Agora, mais do que nunca vejo o descaso das pessoas com os outros… Sei que não devo pensar que é algo pessoal… Talvez não aconteça apenas comigo… Mas, porque as pessoas são ruins com os que somos mais educados e considerados? Ou as pessoas são rudes e malcriadas com todo mundo?

    • Entender o que pode estar acontecendo com essas pessoas ao seu redor é uma sugestão. Por exemplo, enviar um e-mail à orientadora para entender o que pode ter havido, uma vez que você precisa que ela o ajude com o seu trabalho. Priorize sempre o diálogo transparente.

  6. Bom, a minha falta de concentração é muito constante, como trabalho no controle de um setor de usina, precisa-se de muito foco, e isso, muitas vezes me foge a cabeça.
    sabe, é como se eu não conseguisse pensar, nem me concentrar, nem saber se eu estou vivo ou morto, eu não consigo pensar, e isso me frusta bastante, minha falta de atenção nas coisas é bem estranho, dando o fato de que antes eu não tinha esse problema.
    Na faculdade, isso também foi um problema, contando que, eu curso direito, e necessita-se de muita leitura muita das vezes, e por não conseguir manter o foco, eu acabei trancando. Sinto que sou inútil.

    • Não é nem de longe uma questão de inutilidade. É apenas uma dificuldade que você está enfrentando. Um psicólogo pode te ajudar com isso! Pense na possibilidade de iniciar um processo terapêutico.

  7. eu nao sei o que realmente eu tenho, acredito que sim posso ter desenvolvido uma deficiencia ao logo do tempo , mais alem da falta de concentração nao consigo me lembrar das coisas, sinto dor de cabeça frequente, meu estresse aumentou, sinto um peso na cabeço quando tempo focar em ler um livro. creio que devo procura um neuro , pq acho que estranho , so queria compartilhar isso com vcs, mesmo.

  8. Olá , pôr favor será que teria como me ajudar resolver meu problema? Tinha muita dificuldade quando pegava um serviço que forçava muito minha cabeça! Sou marceneiro aposentado ! Mais o pior está sendo para me concentrar para manter relação , não me concentro mais para ejaculação ! Por favor seria possível me ajudar?

    • Uma psicóloga especialista nesta demanda pode sim te ajudar! Caso queira agendar um horário, entre em contato pelo nosso WhatsApp (11) 98922-1818.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *