Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Aceitação de si mesmo

Categoria dos serviços da psicóloga: clínica de psicologia
Aceitação de si mesmo

Você conhece os seus pontos fortes? Sabe como lidar com os seus pontos fracos? Psicólogos afirmam que conhecer a si mesmo é uma das maneiras mais eficientes de evitar frustrações e também de alterar comportamentos falhos, quando necessário.

O autoconhecimento também é um caminho importante para a aceitação de si, uma característica essencial para quem busca viver em paz consigo mesmo. A aceitação pessoal é um dos grandes segredos para uma vida equilibrada e serena.

A importância da aceitação para uma vida equilibrada

Os Psicólogos

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Todo mundo possui características e aptidões únicas. Irmãos criados em uma mesma família não possuem as mesmas habilidades, imagine pessoas criadas em casas separadas, com diferentes padrões de aprendizagem.

No colégio, por exemplo, um estudante que não vai muito bem em matemática pode ser um excelente jogador de futebol ou interpretar textos como ninguém. Aprender a aceitar os próprios pontos fracos é uma maneira de evitar frustrações e de fortalecer as aptidões pessoais.

A terapia é um meio de buscar este autoconhecimento e também de reconhecer quando algum comportamento precisa ser alterado, para que não prejudique a vida do indivíduo.

Quem tem medo leve de altura, por exemplo, pode conviver com isso, desde que o medo seja moderado.

Quando a pessoa aprende que tem essa limitação, sabe que programar um salto de asa delta com os amigos pode ser uma situação complicada.

Conhecer a si mesmo é uma maneira de manter as expectativas de acordo com a realidade e de estar preparado para diversas situações.

Aceitando os fatos da vida

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

A aceitação pessoal também é uma maneira de encarar os acontecimentos cotidianos com maior tranquilidade. Algumas vezes, acontecem coisas que não podem ser mudadas e, nesses casos, a preocupação pode levar a um estado de estresse e frustração desnecessários.

Obstáculos são comuns no meio do caminho, e saber lidar com eles com tranquilidade é uma das melhores maneiras de alcançar o equilíbrio na vida. Para isso, é importante estar pronto tanto para as situações positivas quanto para as negativas que acontecem na vida.

É preciso estar preparado tanto para as diferentes situações cotidianas. Nem sempre as coisas acontecem da maneira esperada e isso é algo natural. Aceitar que a vida não é uma linha reta de acontecimentos perfeitos é essencial para quem busca evitar decepções pelo caminho.

Aceitação não é passividade

Guia Completo de Como Selecionar seu Psicólogo

Se você é daqueles que gosta de entender tudo nos mínimos detalhes, então esse guia é para você! No guia completo você vai conhecer todo o processo desde onde procurar e selecionar um psicólogo, como é a primeira consulta, como se preparar para a terapia, como é o processo terapêutico e até como avaliar os resultados.

COMO SELECIONAR O SEU PSICÓLOGO

É importante destacar que aceitação nada tem a ver com passividade. Aprender a lidar com facilidade com as situações adversas significa não se estressar, mas enfrentar os problemas de forma objetiva e eficiente. Os desafios fazem parte da vida e são eles que levam ao crescimento pessoal.

Aceitar as adversidades é uma maneira de evitar o desânimo, as frustrações e as tensões desnecessários. É uma forma de estar melhor preparado para os obstáculos do dia a dia e de lidar com eles de maneira produtiva, prática e tranquila.

Também é muito importante ressaltar que o processo de aceitação pode levar tempo e nem sempre ele é construído rapidamente. Por isso, a ajuda de um psicólogo pode facilitar esse caminho de autoconhecimento e autoaceitação.

A terapia é indicada para os mais diversos casos e vem sendo cada vez mais buscada por pessoas que querem conhecer mais a si mesmas.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Autor: Thaiana Filla Brotto

CRP 06/106524 – 6ª Região

FORMAÇÃO

Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.