Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Impaciência

Categoria dos serviços da psicóloga: clínica de psicologia
Impaciência

Problema vivido pela maioria da população, a impaciência e o estresse – que caminham lado a lado –, são emoções que acontecem geralmente de forma oculta.

Ou seja, o indivíduo se estressa com pouco, com qualquer atitude ou comportamento de outra pessoa e só percebe o que fez e como agiu depois de ter feito, depois de notar a chateação do outro ou mesmo depois que alguém o pontua sobre tal atitude.

Hoje em dia a falta de paciência tem se dado principalmente pela rotina conturbada, as várias horas de trabalho, os problemas pessoais, entre outros fatores que certamente colaboram, mas que não são os primordiais.

Valor Consulta Psicóloga Janaina






Não quero informar nome ou e-mail





Como podemos notar, estar impaciente ou estressado é, basicamente, um acúmulo de situações na vida do indivíduo que o fazem ter a sensação de incapacidade, de não poder ou não conseguir resolver seus problemas ou pendências, e a forma de expressar toda essa tensão é falando de forma grosseira com alguém, como se aquilo fosse ajudar, de alguma forma, a aliviar o problema – mas só faz atrapalhar.

Não é legal ser tratado com grosseria, como também não é bom ver que outra pessoa está sendo tratada assim, mas não podemos colocar cem por cento da “culpa” naquele que foi mal-educado. Não sabemos por qual situação cada um está passando, às vezes situações delicadas, e tudo isso pode gerar comportamentos inadequados no outro.

Como lidar se eu sou impaciente?

Os Psicólogos

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Para aquele que percebe que está sendo impaciente, que vem sendo uma pessoa intolerante aos outros, que vem repreendendo inúmeras atitudes de outras pessoas mesmo sem argumentos ou situações específicas, é importante analisar o que está fazendo com que isso aconteça, quais podem ser as razões para estes comportamentos, e se for preciso buscar ajuda de um psicólogo.

Em alguns casos, o início do tratamento pode ser feito também com o auxílio de algum medicamento, que possa cuidar também da questão da ansiedade (para isso, será preciso o trabalho em conjunto com um psiquiatra, que possa prescrever o medicamento), mas são situações que precisam ser vistas no caso a caso e, portanto, consultar um psicólogo para esclarecer as dúvidas de como funciona o processo terapêutico dentro desta demanda.

Como lidar com quem é impaciente?

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Geralmente, não é tarefa das mais fáceis lidar com pessoas impacientes e intolerantes, e isso se reflete também no nosso comportamento, pois não queremos lidar com pessoas que são difíceis e que podem nos ofender com palavras.

Por isso, pontuar, quando você tem proximidade com a pessoa, que ela precisa rever algumas atitudes ou mesmo demonstrar que não gostou do que ela fez, são formas de o outro perceber que está passando dos limites e que precisa mudar seu comportamento.

A questão é: as coisas não serão resolvidas se respondermos à altura daquele que nos tratou mal. Se afastar um pouco, respirar fundo antes de dar uma resposta, são maneiras sensatas de não entrarmos em conflito com o outro e ajudá-lo a entender o que está fazendo e como corrigir este comportamento.

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Insegurança

    Insegurança
    Insegurança pode surgir em diversas ocasiões, muitas vezes sem um motivo que conseguimos explicar. Acesse, saiba como ela se manifesta e o como vence-la
  • 5 características de pessoas assertivas

    Características de pessoas assertivas
    A moderna psicologia descreve alguns tipos comportamentais e pessoas assertivas é uma delas. Confira as características de pessoas assertivas elencadas por um psicólogo
  • Tratamento para Transtorno Bipolar

    Sobre O Transtorno Bipolar
    Este transtorno é caracterizado pelas rápidas mudanças de humor, oscilando em picos de mania a depressão. Os sintomas varião. Acesse e tire suas dúvidas.

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Autor: Thaiana Filla Brotto

CRP 06/106524 – 6ª Região

FORMAÇÃO

Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.