Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Como gerenciar as suas expectativas

Como gerenciar as suas expectativas

O conselho popular sobre não criar expectativas para não sofrer quando elas não são superadas é utópico. Somos movidos por expectativas, sentimos e provocamos nos outros o sentimento de idealização, e isso faz parte da vida e do crescimento psicológico e do autoconhecimento de cada indivíduo.

Aceitar que as expectativas existem e que elas fazem parte do nosso dia a dia é o primeiro passo para aprender a conviver com elas e, o mais importante de tudo, sem sofrer.

Isso não quer dizer que a expectativa é dominante, e que não temos controle sobre ela. Pelo contrário, aprender a gerenciar as expectativas é um exercício, e como toda habilidade, necessita ser praticada.

Para ajudar você, nossos psicólogos listaram algumas dicas. Confira.

Identifique suas expectativas

Você sabe o que espera da sua vida pessoal, profissional e das relações que lhe cercam? Ter clareza sobre as suas expectativas é o primeiro passo para afastar os sentimentos de impotência, desânimo e frustração.

Isso porque quando dominamos o que queremos e o que esperamos, conseguimos lidar melhor com a incerteza dos resultados, sejam eles positivos ou negativos.

As expectativas estão diretamente ligadas aos nossos sonhos e anseios, e por isso é tão comum que elas causem sentimentos conflitantes.

Por isso, é preciso exercitar a criação de expectativas reais e coerentes, que têm como ser e que condizem com o seu projeto de vida.

Exercite o diálogo

Valor Consulta Psicóloga Janaina






Não quero informar nome ou e-mail





Muitas pessoas têm o hábito de reagir a determinadas quebras de expectativa sem a devida clareza, esperando que o outro perceba que falhou. Isso acontece principalmente nos relacionamentos, e acaba se transformando em um verdadeiro pacto de silêncio.

O problema é que sem o diálogo, não há meios de resolver absolutamente nada, muito menos expectativas quebradas, o que gera um conflito ainda maior.

Por isso, se posicionar e falar o que pensa e deseja é essencial para manter as suas relações a par das suas expectativas, para que, juntos, elas consigam ser superadas.

Esteja aberto para o inesperado

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Você pode identificar as suas expectativas, exercitar o diálogo diariamente, mas nem isso é o suficiente para que tudo saia como o desejado.

Os imprevistos e desvios de rota acontecem diariamente e, de novo, é preciso estar preparado para lidar com essas situações e, o mais importante, aprender a tirar proveito delas.

Mas a incerteza pode ser encarada como um agente desestabilizador por muitas pessoas, e por isso lidar com situações em que ela existe pode ser difícil e doloroso. Aprender a conviver com ela também é uma habilidade, e por isso o apoio de um psicólogo pode ser a melhor saída para quem tem essas dificuldades.

Procure apoio psicológico

Os Psicólogos

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Acredite, não é fácil ter o controle das suas expectativas sem que isso gere sentimentos de ansiedade, mas é possível.

Se esse é o seu caso, uma das formas de trabalhar melhor esse processo é com um apoio psicológico através da psicoterapia, que vai lhe fortalecer e ajudar a não sofrer tanto com as inconstâncias da vida, inclusive nas situações em que as expectativas não são alcançadas.

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Otimismo ou Ilusão

    Otimismo ou Ilusão
    Otimismo ou ilusão ? Até que ponto o otimismo é saudável e quando ele passa a ser demasiado e passa a prejudicar a vida social, conjugal e profissional.
  • 5 situações que podem lhe causar sofrimento

    Situações que podem lhe causar sofrimento
    Lidar com situações que causem sofrimento psicológico é fundamental para evitar transtornos como a depressão ou fobias sociais. Saiba como identificá-las
  • Compras Compulsivas

    Compras Compulsivas
    Você se acha um comprador compulsivo? Leia o interessante texto sobre oniomania da psicóloga da clínica de psicologia Psicólgos Berrini.

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Autor: Thaiana Filla Brotto

CRP 06/106524 – 6ª Região

FORMAÇÃO

Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.