Principais diferenças entre preocupação e ansiedade

Categoria dos serviços da psicóloga: ansiedade
Principais diferenças entre preocupação e ansiedade

Você conhece as diferenças entre preocupação e ansiedade?

Muitas pessoas confundem e algumas não conhecem as diferenças entre preocupação e ansiedade. Algumas situações precisam do acompanhamento de um psicólogo, mas outras podem ser facilmente identificadas e pontuais. Ansiedade é um problema muito sério que pode levar a depressão e até suicídio, enquanto preocupações costumam ser pontuais e terem causas específicas.

É muito importante entender as diferenças entre preocupação e ansiedade, pois isso impacta em nossa saúde mental e qualidade de vida. O Brasil é recordista em casos de ansiedade, e cerca de 9,3% da população sofre com esse transtorno. Esse cenário tem despertado a preocupação da Organização Mundial de Saúde e especialistas em saúde mental, devido ao aumento no número de casos identificados.

Está procurando por psicóloga em São Paulo para questões de ansiedade? Então conheça as psicólogas no nosso consultório de psicologia, confira o valor da consulta e agende uma consulta diretamente pelo site.

Mas como identificar e perceber as diferenças entre preocupação e ansiedade? Como saber se você ou alguém está passando por uma crise ou transtorno de ansiedade? Quando procurar ajuda? Conheça as principais diferenças entre preocupação e ansiedade nesse artigo.

Pensamentos catastróficos x cautela

Pensamentos cautelosos são saudáveis. E o corpo se prepara para enfrentar situações de tensão. Isso garante nossa segurança e bem-estar. É totalmente natural em momentos de preocupação ser cauteloso a respeito de questões específicas.

Porém, pessoas com transtornos de ansiedade sofrem com pensamentos catastróficos e demonstram inquietudes acerca de situações que não despertariam tanta tensão e isso persiste por dias, semanas ou até meses, podendo levar à exaustão. Isso é um sinal claro e se manifesta de formas distintas. Fique atento a esses sinais, que demonstram claras diferenças entre preocupação e ansiedade.

>>> Leia também: Como a leitura é capaz de ajudar no tratamento de ansiedade e stress.

2) Uma das principais diferenças entre preocupação e ansiedade está na relação entre Medo x Pânico

Sentir medo faz parte da vida de qualquer pessoa, em ocasiões determinadas. Porém o medo injustificável ou exagerado, podendo chegar ao pânico denuncia uma das principais diferenças entre preocupação e ansiedade. As crises e o transtorno de ansiedade fazem com que a pessoa afetada sinta pavor em situações que outrora seriam naturais, como sair de casa, encontrar amigos e ir ao mercado. Caso o medo tenha alcançado um estágio incapacitante, esse podem ser um sintoma diretamente ligado à ansiedade.

3) Insônia, tensão muscular e problemas digestivos

O transtorno de ansiedade, quando, prolongado provoca problemas físicos e constantes. Perder o sono, sentir dores ou tensões musculares, enfrentar problemas no trato digestivo pode ser um sinal claro de que você está passando por um período de muita ansiedade. Não é algo pontual ligado a apresentações de projetos ou véspera de um casamento. A diferença entre preocupação e ansiedade está em não haver uma causa determinada para você se sentir assim, e indica que você deve procurar ajuda.

4) Organização, Perfeccionismo, comportamentos compulsivos

A ansiedade está diretamente ligada a comportamentos exagerados, tais como necessidade extrema de organização, perfeccionismo e pode levar a comportamentos compulsivos. E isso vai muito além de uma disciplina natural ou senso de organização. Passa a ser uma necessidade e, sem certos rituais, não se consegue conduzir ações ou mesmo tomar decisões. Quando um comportamento ou cuidado excessivo provoca complicações em sua rotina deve ser observado com atenção. Esta é uma das diferenças entre preocupação e ansiedade mais marcantes.

5) Entre as diferenças entre preocupação e Ansiedade, estão as dificuldades de se expor e se abrir

Dificuldade de falar em público, isolamento social, afastamento de amigos pode indicar o surgimento de uma crise ou transtorno de ansiedade ou mesmo depressão. Conversar com um estranho, comer em público, entrar em uma loja, pedir informações se tornam desafios na vida de uma pessoa que sofre com trastorno de ansiedade, pois se tem a sensação de que todos estão olhando. Nessas situações é comum sentir tremores, suor, falha na voz taquicardia. Se você está se sentindo assim, deve procurar um psicólogo para identificar as causas, normalmente relacionadas com a ansiedade.

Qualquer situações ou sintoma que suja do nosso controle merece atenção e é importante buscar ajuda de um profissional de saúde habilitado. Ansiedade é um problema muito sério que pode causar de danos leves a graves. Psicólogos podem ajudar tanto no diagnóstico quanto com o tratamento adequado.

Outros textos que podem lhe interessar

Autora: Thaiana F. Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.