Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Qual a importância do Marketing Pessoal?

Categoria dos serviços da psicóloga: serviços variados de psicologia
Qual a importância do marketing pessoal

O Marketing Pessoal é o conjunto de táticas que atribuem valor a uma pessoa. É uma ferramenta de “autopromoção” que influencia a forma como os outros enxergam você, seu desempenho e suas capacidades.

Saber fazer um bom Marketing Pessoal, com o auxílio de um psicólogo, é fundamental para garantir reconhecimento profissional e crescer na carreira.

Para entrar no mercado de trabalho, o Marketing Pessoal tem extrema importância. Você precisa mostrar que é único, que vai fazer diferença para a empresa e que é altamente capacitado.

Provando isso, aumentam-se as chances de conseguir uma vaga de emprego ou uma promoção.

Através do Marketing Pessoal, o profissional precisa mostrar a sua competência e suas habilidades específicas. Também é válido demonstrar capacidade e interesse em aprender, iniciativa, inteligência emocional e bons relacionamentos.

Entenda: dentro do mundo corporativo, todas essas qualidades não valem de nada se você não souber demonstrá-las.

Como fazer o seu Marketing Pessoal?

Os Psicólogos

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Antes de qualquer coisa, é preciso entender que fazer marketing pessoal não é a mesma coisa que fazer propaganda enganosa. Você deve ressaltar as características e qualidades que realmente possui e estão de acordo com o seu perfil profissional.

Para isso, é indispensável um bom nível de autoconhecimento, para reconhecer os seus pontos fortes. Um psicólogo é o profissional capacitado para auxiliar na descoberta desses traços de personalidade e ajudar na busca pelo melhor desempenho profissional. Tudo isso é feito através de um processo terapêutico.

Comunicação

Ter uma boa capacidade de se comunicar não é falar muito, mas, sim, o suficiente para ser ouvido e compreendido. Também é importante saber ouvir e mostrar que você se importa com o que os outros têm a dizer.

Mostre que você sabe e faz os dois lados da comunicação, tanto emitindo como recebendo informações.

Postura profissional

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Cada situação exige um comportamento. Dentro do ambiente corporativo, é fundamental manter a postura profissional, a boa educação e o linguajar adequado. Evite brincadeiras de mau gosto, piadas sujas e palavrões.

Preste atenção nas roupas que usa, que precisam estar de acordo com o seu local e função de trabalho. Todos esses detalhes são responsáveis por construir a imagem que os colegas e chefes possuem de você.

Pró-atividade

Valor Consulta Psicóloga Janaina






Não quero informar nome ou e-mail





Mostre-se sempre disponível para o trabalho e sugira ideias e mudanças que aumentem o rendimento da empresa. Em reuniões, procure prestar atenção em tudo que está sendo dito para poder fazer bons comentários.

É inaceitável que um profissional participe de uma reunião e passe o tempo todo calado, sem fazer nenhuma colocação.

Claro que você precisa se mostrar por dentro do assunto, mas tome cuidado para não parecer arrogante. Nunca interrompa a fala de algum colega e mostre que você valoriza a ideia dos outros.

Liderança

Uma liderança que conduz para o caminho certo e inspira outros profissionais é sempre admirada. Se ofereça para tomar a frente de novos projetos e reúna funcionários capacitados para sua equipe.

Motive-os e mostre-se sempre disponível para tirar dúvidas e oferecer ajuda. Quando um grupo atinge um resultado excelente, é comum que o líder seja considerado o principal responsável por esse sucesso.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Autor: Thaiana Filla Brotto

CRP 06/106524 – 6ª Região

FORMAÇÃO

Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.