Terapia de casal para namorados

Categoria dos serviços da psicóloga: terapia de casal, relacionamento conjugal, relacionamentos, casamento, divórcio
Terapia de casal para namorados

Os namorados costumam viver conflitos, dilemas, ciúmes e incertezas. Mesmo que tenham muita vontade de ficar juntos, para superar esses desafios a terapia de casal pode ser bem interessante. Com a ajuda de um psicólogo, é possível ter uma interação mais harmoniosa, respeitosa, com melhor comunicação e aceitação dos hábitos, opiniões e pensamentos do outro.

Cada casal é composto pelas suas individualidades e características que os torna único. As dependências de cada um também variam bastante conforme a personalidade e estilo de vida das pessoas. O que existe em comum nos relacionamentos com problema é a sensação de sentimento (seja qual for) não correspondido: um acha que oferece demais e outro que recebe de menos.

A terapia de casal é indicada para os namorados que querem uma maneira mais madura e sadia de se relacionar. A escolha por iniciar uma terapia desse tipo pode ser feita de maneira preventiva, com base em problemas de relacionamento passados, a fim de evitar conflitos e situações semelhantes no namoro atual. Ou então, ser motivada por um problema específico que o casal está vivenciando.

Está procurando por psicóloga em São Paulo para questões de relacionamentos ou terapia de casal? Então conheça as psicólogas no nosso consultório de psicologia, confira o valor da consulta e agende uma consulta diretamente pelo site.

Independentemente da situação, é fundamental que ambos estejam dispostos para uma conversa aberta e muito honesta. Ninguém deve ir obrigado à terapia, até porque, dessa maneira, é bem difícil atingir bons resultados. Então, antes de marcar a consulta com o psicólogo, alinhe com o seu parceiro se vocês dois estão prontos e receptivos a essa proposta.

Problemas frequentes vividos por namorados

  • 1 – Dificuldades de comunicação;
  • 2 – Conflito de opiniões;
  • 3 – Falta de atenção;
  • 4 – Ciúmes e desconfiança;
  • 5 – Cobranças e insatisfações sexuais;
  • 6 – Dedicação excessiva à carreira;
  • 7 – Interferências de familiares.

Como funciona a terapia de casal?

A terapia de casal costuma demorar alguns meses, com encontros periódicos. No começo do tratamento, não é possível determinar qual caminho que o relacionamento vai tomar (separação ou permanência). Essa é uma descoberta feita ao longo da terapia, em conjunto pelo casal e com o auxílio do psicólogo.

O psicólogo ajuda o casal a entender qual o motivo que está por trás das suas brigas mais frequentes e quais o impede de conversar, calma e tranquilamente, sobre o seu relacionamento. Por isso, é possível compreender inseguranças, medos e problemas individuais que são depositados na relação a dois.

Durante o processo de terapia de casal, os parceiros redescobrem os motivos de estar juntos, o que admira no outro e o que os faz querer estar próximos, seguindo uma vida juntos. Também é possível atingir um conhecimento sobre exatamente o que irrita e atrapalha no parceiro, atitudes, hábitos e ações que causam os problemas.

Em brigas de casais, não existe culpado, nem certo e errado. Com a terapia, é praticado o princípio da empatia, onde um se coloca no lugar do outro para entender seus sentimentos e sensações diante um acontecido. Assim, o casal consegue compreender a dinâmica do relacionamento de forma mais clara.

Por fim, é possível restabelecer a confiança e o diálogo, que são a base de um relacionamento feliz. Ou então, se for o caso, recuperar a autoestima para seguir a vida separadamente, com força e coragem para os novos desafios.

Outros textos que podem lhe interessar

Autora: Thaiana F. Brotto(Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.