Newsletter
Assine Aqui

A maternidade e a psicologia

Maternidade e Psicologia com consultório do psicólogo em São Paulo

Quando falamos em maternidade, pensamos em coisas lindas, bebês cheirosos, quartinhos decorados de cor clara, sorrisos e alegria para toda a família. Claro que a alegria é inevitável, afinal, um novo ser está vindo ao mundo!

Mas a maternidade, assim como tantas coisas em nossa vida, tem seus altos e baixos, e é para falar disso que estou escrevendo este texto hoje.

Mães e Psicólogos

Muitas mães procuram um psicólogo quando acabam de descobrir que estão grávidas, quando estão no período da gravidez, quando estão pensando em ter um filho, ou mesmo quando acabam de ganhar o bebê. Isso pode soar como uma surpresa para muitos, mas não é. É muito comum que as mães (ou os pais – ou os dois) busquem por um auxílio neste período, e isso acontece por diversas razões, sejam elas para esclarecer dúvidas de como cuidar e ensinar, ou mesmo porque não se sentem preparados o bastante para cuidar de uma vida que acaba de vir ao mundo.

O trabalho do psicólogo é muito importante nesse período, pois é um momento em que os pais, na maioria das vezes, especificamente, as mães, se sentem fragilizados, tanto quanto a fragilidade da criança. Às vezes, até mesmo aqueles pais que já tem uma estrutura familiar sólida, seja ela emocional e/ou financeira.

Como o psicólogo pode colaborar?

O trabalho do psicólogo é minucioso e delicado e precisa de cautela para ajudar os pais. O psicólogo precisará entender a demanda desses pacientes, se buscam por ajuda para se descobrirem como pais, com a responsabilidade de ter um filho, ou mesmo se buscam apenas por um auxílio para lidar com outro ser humano, que construirá sua personalidade, caráter, entre outras razões. Assim, o trabalho do psicólogo será mais objetivo e o psicólogo terá informações para conseguir ajudar estes pais, mostrando que com bastante dedicação, é possível levar a maternidade de forma mais serena, inclusive para lidar com as fases da criança, que também são difíceis em alguns momentos – mas que são passageiras e que tem solução.

Para aqueles pais que estão pensando em ter um filho, a ajuda do psicólogo é mais aprofundada, pois, muitas vezes, o atendimento começa com o que chamamos de Terapia de Casal, onde, na maioria das vezes, os dois buscam consertar alguns pontos da relação, para, a partir daí, poder ter um filho.

O que tiramos de tudo isso é que buscar ajuda quando você percebe que está tendo dificuldades, é buscar ajuda para si e para àqueles que estão ao seu redor. Às vezes, somente os conselhos dos amigos não são o bastante, e um profissional poderá esclarecer suas dúvidas e ajudá-lo a solucionar problemas que poderiam tonar-se maiores no futuro. O objetivo é que a maternidade seja vivida da forma mais natural e segura possível, para que os pais possam vivê-la com tudo de bom que ela tem a oferecer.

Quem leu esse texto também se interessou por:

Autora: Thaiana F. Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.