Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Pessimismo: o que é uma pessoa pessimista?

Uma pessoa pessimista

Podemos dizer que uma pessoa é pessimista quando ela sempre espera o pior de todas as situações e de outras pessoas, com pensamentos e atitudes negativas.

A pessoa sempre enxerga o copo “meio vazio”, sem nem considerar que o copo poderia estar “meio cheio”.

Mesmo que em todo cenário as evidências indiquem que o pior não vai acontecer, a pessoa pessimista insiste e acredita que vai.

Ela costuma defender seu pessimismo pois acredita com convicção em suas crenças, “verdades” que foram sendo construídas ao longo de suas experiências de vida, que em muitos casos costumam ser funcionais e adaptativas, mas em outros não, justamente por afastá-la cada vez mais de seus objetivos e desejos.

Quando ser pessimista se torna um problema?

O pessimismo se torna um problema quando a onda de pensamentos demasiadamente negativos começa a afetar sua saúde física e psicológica ou passa a interferir nos aspectos sociais de sua vida.

Evidentemente que pessimismo em si não significa necessariamente que a pessoa sofra de depressão, mas ambos muitas vezes andam juntos.

Enquanto que o pessimismo pode ser chamado de um comportamento ‘aprendido’, a depressão é uma doença e consultar um psiquiatra ou psicólogo é recomendado.

No entanto, se esse o comportamento pessimista se repetir com frequência em diversas situações, se tornando um padrão de funcionamento, ele pode sim se tornar uma patologia como a depressão.

É bastante comum ouvir de algumas pessoas pessimistas que agir com pessimismo é uma forma de proteção. Alegam que, “se eu esperar pelo pior e qualquer coisa melhor aconteça, então fico no lucro, pois a coisa aconteceu acima da minha expectativa…”

Valor consulta atendimento online e presencial psicóloga Letícia






Não quero informar nome ou e-mail





Esse argumento evidentemente pode ser válido, principalmente para aquelas pessoas que vislumbram grandes desfechos e que costumam se frustrar com certa facilidade, mas ele também pode ser muito perigoso, porque esperar pelo pior é programar sua mente para que ela fique sob controle desse estímulo, distorcendo muito possivelmente a percepção sobre a realidade.

O sofrimento costuma estar embasado não necessariamente em fatos, mas sim na forma como a pessoa interpreta esses fatos.

O importante é prestar atenção no incômodo que a pessoa pode sentir e os prejuízos que esse padrão podem trazer para as suas relações sociais.

O que devo fazer se sou muito pessimista?

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Se seus pensamentos negativos e pessimismo estão lhe incomodando, então por que não buscar a ajuda de um psicólogo?

Através de técnicas e procedimentos terapêuticos, ele vai colaborativamente com você, flexibilizar sua visão de mundo, de si mesmo e do outro, melhorando a qualidade de seus pensamentos e ampliando sua leitura sobre as situações.

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Thaiana Filla Brotto

Thaiana é psicóloga e CEO do consultório Psicólogos Berrini. Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC. Thaiana Brotto é registrada no Conselho Regional de Psicologia sob o número 06/106524

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *