Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Trabalhar menos pode aumentar a produtividade

Categoria dos serviços da psicóloga: serviços variados de psicologia
Trabalhar menos e aumentar produtividade

Segundo psicólogos, hoje em dia podemos trabalhar menos e aumentar a produtividade, saiba como!

No modelo de trabalho e mercado atuais, o ideal para a maioria das empresas é aumentar a produtividade de seus colaboradores para que suas organizações possam trazer benefícios para todos.

Por este motivo, mesmo que não haja receitas mágicas e definitivas para aumentar a produtividade da empresa, existem muitas formas inteligentes, ferramentas especiais e métodos próprios da psicologia para atingir este fim.

Apresentamos um dos métodos que muitas empresas vêm se baseando nas últimas décadas.

Trata-se das relações comportamentais entre gerenciamento do tempo, assistência psicológica e condições de trabalho. Gostaria de conhecer mais? Leia nosso texto!

Novas formas de aumentar a produtividade

Os Psicólogos

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Hoje existem evidências de que o caminho mais inteligente para aumentar a produtividade é diminuir a sua carga horária. Atualmente pode-se falar de níveis ou tipos de escalas de gerenciamento dentro das empresas.

Muitas empresas seguem ainda o padrão clássico: preservar a carga horária de trabalhos, com menos empregados e mais tarefas. Mas há empresas que são menos controladoras. Nelas, os colaboradores normalmente são responsáveis de suas obrigações e responsabilidades, permitindo replanejar a sua atuação.

Podemos citar grandes empresas como a Google, Twitter, Netflix, entre outras, que seguem essa linha de mais autonomia e flexibilidade.

Conheça algumas empresas que aumentaram a produtividade diminuindo a carga horária de seus funcionários.

Saiba como aumentar a produtividade

Percebemos em nosso cotidiano que, quando fazemos tarefas que gostamos muito, as realizamos com mais eficiência. Existem estudos que demonstram que a liderança e a produtividade são transformacionais. A partir destas mudanças, na forma de perceber o próprio trabalho, são criados novos estilos de trabalho menos rígidos e mais eficientes.

Confira mais algumas vantagens de diminuir a carga horária dos funcionários.

1. Relevância da motivação

Valor Consulta Psicóloga Janaina






Não quero informar nome ou e-mail





O colaborador que trabalha menos horas terá mais disposição para trabalhar, e por consequência, mais motivação.

Ele passará a atender melhor o cliente, e, consequentemente, um funcionário que está motivado e com maior disposição, que não possui uma sobrecarga, estará muito mais apto a ofertar a seu cliente um ótimo atendimento.

O cliente será tão beneficiado quanto ele neste sentido. Devemos lembrar que a motivação é um dos pilares do gerenciamento interno de produção.

2. Diminuição de problemas

Verificou-se que, quanto mais tempo de trabalho realizado maior será o nível de estresse, ansiedade e depressão. Estudos demonstram que uma carga horária de 6 horas já melhora o bem-estar dos colaboradores. Fontes: Estresse como preditor da Síndrome de Burnout e Fique atento: é preciso falar sobre o esgotamento profissional

3. Menos ausências

O fato de trabalhar menos também reduz as possibilidades do colaborador ficar doente, e, por consequência, de se ausentar do trabalho.

As faltas no trabalho terminam por causar um custo muito alto para o empregador.

4. Maior conforto

Reduzindo a carga horária, é possível falar do conforto. Isso não somente melhora a qualidade de vida e bem-estar do colaborador como também afeta diretamente os resultados da empresa.

5. Melhoria na relação entre trabalho e família

Trabalhando menos horas é possível aumentar a produtividade e para ter mais tempo e horas de passar com a família, e seus momentos de ócio.

Realizando um trabalho de seis horas, por exemplo, a pessoa pode maximizar a conciliação da vida laboral com a familiar, tornando-as mais felizes.

6. Possibilidade para a capacitação

Guia Completo de Como Selecionar seu Psicólogo

Se você é daqueles que gosta de entender tudo nos mínimos detalhes, então esse guia é para você! No guia completo você vai conhecer todo o processo desde onde procurar e selecionar um psicólogo, como é a primeira consulta, como se preparar para a terapia, como é o processo terapêutico e até como avaliar os resultados.

COMO SELECIONAR O SEU PSICÓLOGO

Hoje se espera mais especialização nos diversos campos de atuação profissional. Ao reduzir a carga horária de seu funcionário, você propicia mais tempo para que ele possa estudar e se especializar.

Isto é benéfico principalmente para a empresa, que se manterá atualizada através de seus funcionários qualificados.

Quando os colaboradores podem trabalhar menos horas por dia, vimos que é possível conquistar uma maior produtividade, tendendo a aprender mais sobre as metas e objetivos que a empresa exige.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Com esse novo estilo de responsabilidades, os colaboradores podem se sentir melhores, com suas necessidades mais presentes, atendidas pelas empresas.

Com esta dupla via de acertos, tanto empregador quanto empregado estarão comprometidos em assumir as metas e objetivos da empresa.

É importante lembrar que em casos de estresse ou até mesmo sintomas de depressão, é fundamental buscar a ajuda de um psicólogo para dar início a um processo terapêutico.

Gostou deste texto? Confira outros mais sobre como lidar profissionalmente com metas e responsabilidades!

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Casamento versus Trabalho

    Casamento versus Trabalho
    Um desafio imposto pela vida moderna é conciliar casamento e trabalho. Isso porque o trabalho exige horas a fio de dedicação.
  • Nervosismo

    Nervosismo
    Você fica nervoso e irritado com facilidade ? A raiva é um estado emocional que varia de intensidade, indo de uma leve irritação a uma imensa fúria
  • Psicologia e sexualidade

    Psicologia e Sexualidade
    Como a psicologia trabalha a sexualidade? Estarão nossos psicólogos preparados para tratar com o diferente? Vamos entender um pouco mais a respeito da opção sexual e sexualidade.

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Autor: Thaiana Filla Brotto

CRP 06/106524 – 6ª Região

FORMAÇÃO

Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.