Transtorno de Ansiedade Social (TAS) ou Fobia Social

Transtorno de Ansiedade Social

O Transtorno de Ansiedade Social caracteriza-se pelo medo de se expor ao olhar e ao julgamento das outras pessoas, mesmo em grupos relativamente pequenos.

Esse temor pode fazer com que a pessoa passe a evitar situações sociais. O medo e a preocupação ocorrem de forma excessiva e exagerada em situações nas quais a pessoa receia ser alvo do julgamento de terceiros. É como se estivesse sendo julgado pelo que faz, ou mesmo pela possibilidade de que percebam suas fraquezas ou seu estado apreensivo.

Quem tem fobia social pode ter medo de falar, comer, telefonar, trabalhar ou escrever na frente de outras pessoas; pode também ter o receio de agir de forma ridícula ou inadequada.

Em seus diferentes graus de acometimento, o Transtorno de Ansiedade Social – TAS é uma condição bastante frequente na população, com inicio geralmente na adolescência, afetando homens e mulheres em igual proporção.

Quando não tratada, tende a persistir e causar prejuízos nos mais diferentes aspectos (trabalho, relação social ou familiar), levando ao afastamento das demais pessoas e a escolher atividades com pouca ou nem uma interação social.

Geralmente apresenta ansiedade antecipatória (sofrer por antecedência), isolamento, baixo autoestima e medo de críticas.

Sintomas do TAS

Os sintomas físicos mais comuns são: suor excessivo, tremor, rubor, palpitações, sintomas gastrointestinais, desconforto no estomago, diarreia, dor de cabeça, respiração ofegante, sensação de desmaio.

A ansiedade ocorre principalmente ou exclusivamente em situações sociais, levando a pessoa a evitar locais ou contexto nos quais ela imagina que possa ser observada, avaliada ou criticada.

O início da Fobia social nem sempre é percebido pelo paciente e as demais pessoas passam a aceitá-lo apenas como uma pessoa diferente. Mas, se trata de um transtorno real que não melhora sozinho e corre o risco de piorar, pois, em muitas vezes o paciente descobre que o álcool ou a eliminação dos contatos diminui a ansiedade.

Tratamento do TAS

O tratamento se dá através do uso de medicamentos juntamente com a terapia.

Normalmente os medicamentos prescritos pelos médicos são os antidepressivos e ansiolíticos, em alguns casos betabloqueadores e anticonvulsivantes

A terapia indicada é a cognitiva comportamental por ser a combinação de duas terapias distintas. A terapia cognitiva que é o trabalho em cima dos pensamentos entendendo por que e como surgem os pensamentos irracionais e transformando-os e a terapia comportamental que se refere a entender o comportamento e a treinar habilidades.

Autora: Marcia Rodrigues (Psicóloga CRP 06/101416)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.