13 Dicas de como encontrar um namorado(a)

13 Dicas de como encontrar um namorado

Este é o tipo de tema bastante procurado e abordado em consultório e geralmente muitos pacientes entram em contato ou mesmo iniciam um processo terapêutico para entender melhor e saber o que pode ser feito ou não para conquistar alguém. Primeiramente: não existe uma regra básica. Mas existem algumas atitudes e algumas mudanças de comportamento que podem, sim, colaborar para que alguém bacana apareça em nosso caminho. Por isso, seguem algumas dicas:

1. Conheça a si mesmo. Nada como saber quem nós somos para saber do que realmente gostamos e queremos para a nossa vida. O processo psicoterapêutico é um momento que nos fornece este autoconhecimento;

2. Desenvolva habilidades sociais. Elas são ferramentas chave que nos proporcionam novos relacionamentos;

3. Mude sua rotina. Estar presente em lugares e rotinas novos aumentam a probabilidade de conhecer pessoas novas e criar novos vínculos;

4. Ao conhecer um possível parceiro, atente-se para essa pessoa a fim de saber se você pode contar com ela como amigo. A amizade é essencial para a manutenção de um relacionamento amoroso, pois com o passar do tempo, a paixão passa e a amizade aumenta;

5. Atente-se àquela pessoa que te atrai sexualmente também. A amizade é importante, mas relacionamento sem atração sexual pode se tornar apenas uma amizade. E com o tempo, o relacionamento tende a ficar morno;

6. Após se autoconhecer, seus valores pessoais ficarão mais nítidos na sua mente. Um dos maiores motivos de casais procurarem uma psicoterapia juntos, é o fato de brigarem muito devido a diferença de valores individuais. Um pode valorizar muito o respeito e o outro não. Isso mostra como pode ser difícil um relacionamento continuar com valores diferentes, afinal não é comum encontrar pessoas que abram mão de seus valores;

7. Não tenha pressa. Como diz o ditado, “a pressa é inimiga da perfeição”. Encontrar alguém especial pode levar um tempo e se a pressa for um critério, ela pode te atrapalhar em todo o processo;

8. Aproveite que você está solteiro, e liste características que você quer encontrar nessa pessoa, pois quando não se está apaixonado, é mais fácil ser mais realista, em se tratando de relacionamentos amorosos;

9. Crie uma lista com características que você não toleraria em um parceiro;

10. Aprenda a gostar de você mesmo. O autoconhecimento pode elevar sua autoestima e isso é percebido pelos outros. Para amarmos alguém, é necessário amarmos a nós mesmos primeiro;

11. Não entre em desespero e aprenda a curtir os momentos de solteiro. Quando uma pessoa está desesperada para namorar, é nítido para os possíveis parceiros e tende a afastá-los de você;

12. Aprecie momentos de “solidão”, em que você passa tempo com você mesmo apenas. É preciso além de gostar de você mesmo, gostar de passar tempo com você a ponto de se sentir inteiro;

13. Cuide de sua aparência. Isso deve ser uma consequência de amar a si mesmo e de uma autoestima elevada. Porém, cuidar de sua aparência, pode ser uma forma de você se sentir mais bonito e elevar sua autoestima também.

Autora: Leticia Marques (Psicóloga CRP 06/114273)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.