Newsletter Gratuita
Assine Aqui

5 situações comuns que causam sofrimento: como procurar ajuda

Situações que podem lhe causar sofrimento

Lidar com situações que causem sofrimento psicológico é fundamental para evitar transtornos como a depressão ou fobias sociais. Saiba como identificá-las!

Diariamente, vivemos situações que podem nos causar sofrimento. Uma das melhores formas de evitá-las é já sabendo identificá-las na fase inicial.

Caso contrário, elas podem desencadear uma série de problemas em nossas vidas e exigirão o tratamento com um psicólogo.

Porém, conhecer elas nem sempre é tarefa fácil. Há situações que vivemos que nos parecem normais, e que os problemas estão nas outras pessoas.

Para facilitar o processo de identificação, preparamos este artigo em que listamos 5 situações consideradas mais comuns e que podem lhe causar sofrimento.

Confira agora mesmo e saiba identificá-las!

1. Saiba administrar a raiva

Os Psicólogos

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Não saber administrar a raiva é uma das mais comuns formas de sofrimento e que causam enormes problemas em nossas vidas.

O sintoma mais evidente é a irritação constante e o envolvimento contínuo em discussões e conflitos com outras pessoas. Não sabendo administrar a raiva, você fica de mau-humor a maior parte do tempo e não há nada que possa reverter esta situação.

Com o sentimento de raiva, você explode facilmente em qualquer situação e pode, inclusive, magoar àquelas pessoas que ama.

Além disso, internamente você passa o dia tentando procurar formas de evitar este sentimento negativo, mas sozinho dificilmente consegue encontrar a solução ou a causa do problema.

Neste caso, você procura as razões para justificar sua raiva, mas ela pode residir num sofrimento emocional não resolvido. E será necessária a intervenção de um psicólogo para que você reconheça este seu sofrimento e o trate.

2. Falta de instabilidade nas relações pessoais

Valor consulta atendimento online e presencial psicóloga Letícia






Não quero informar nome ou e-mail





A falta de instabilidade nas relações pessoais é uma das situações mais corriqueiras que podem lhe causar sofrimento.

Na maioria das vezes, você sequer percebe que seu relacionamento com outras pessoas muda, com você passando a achá-los chatos, insuportáveis ou que não merecem sua atenção.

Isso acontece porque você passa a dar atenção apenas aos defeitos ou problemas de seus amigos, e potencializa isto ao ponto de torná-los indignos da sua amizade.

De modo geral, tal problema pode estar em você, que já não vê mais a alegria da amizade e prefere estar sozinho em casa do que socializar-se.

Leia também>>> Entendendo os tipos de fobia

3. Falta de cuidado pessoal

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Quem tem amor-próprio, acaba transmitindo essa alegria e valorização pessoal aos outros. Do contrário, acaba deixando de valorizar tudo o que é e o que conquista, e acha-se constantemente injustiçado pela vida e pela sociedade.

E isso pode culminar, inclusive, em uma depressão e necessitar de atendimento de um psicólogo.

Por isso, o amor-próprio, a valorização de tudo o que é e do que possui, é fundamental para evitar situações que possam causar sofrimento.

Em casos extremos, a falta de cuidado pessoal pode levar o indivíduo até mesmo a situações que envolvam riscos físicos ou à sua integridade pessoal.

4. A desesperança e o sofrimento

A falta de perspectivas, objetivos e esperança são situações que levam a pessoa a perder o interesse na vida. Isso implica de que nada de bom pode lhe ocorrer na vida, e que as situações ruins se perpetuarão, indiferente do que você fizer.

Por isso, a falta de esperança e objetivos traz sentimentos negativos, que fazem a pessoa sentir que nada mais faz sentido na vida e que sequer há razões de seguir em frente. Nestes casos, é necessário urgentemente a busca por auxílio.

5. Pensamentos obsessivos

Guia Completo de Como Selecionar seu Psicólogo

Se você é daqueles que gosta de entender tudo nos mínimos detalhes, então esse guia é para você! No guia completo você vai conhecer todo o processo desde onde procurar e selecionar um psicólogo, como é a primeira consulta, como se preparar para a terapia, como é o processo terapêutico e até como avaliar os resultados.

COMO SELECIONAR O SEU PSICÓLOGO

O medo, a apreensão, e o sofrimento emocional podem causar severos danos em sua integridade física e mental. Isso tudo pode gerar um pensamento obsessivo, que o tornará prisioneiro do sofrimento.

Um exemplo é você imaginar que sua casa pode sofrer um incêndio. Diariamente você passará a verificar itens que poderão pegar fogo.

Passará a se preocupar tanto com isso que causará severos sofrimentos psicológicos em sua vida. Ter consciência do pensamento obsessivo o ajudará a evitá-lo.

Como listamos até aqui, são várias as situações que podem lhe causar sofrimento. Esteja atento a elas para identificar precocemente suas causas.

Busque auxílio de um psicólogo caso perceba que algo lhe causa sofrimento e dê início a um processo terapêutico. Assim você evita danos maiores à sua saúde.

Se gostou de nosso artigo sobre situações que podem lhe causar sofrimento, leia também o material que preparamos sobre fobias sociais.

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Thaiana Filla Brotto

Thaiana é psicóloga e CEO do consultório Psicólogos Berrini. Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC. Thaiana Brotto é registrada no Conselho Regional de Psicologia sob o número 06/106524

2 comentários em “5 situações comuns que causam sofrimento: como procurar ajuda

  1. Excelente conteudos Faço terapia , ja vejo muitos progressos , porem acho que a terapia comportamental parece ter resultados mais rápidos pelo que estou lebdo aqui. Obrigada..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *