Psicologia Organizacional

Psicologia Organizacional

Como passamos boa parte do tempo de nossas vidas adultas no trabalho, é bastante comum e importante que as pessoas busquem melhorar seu bem estar e a sua relação com ele.

É com frequência que vejo alguns pacientes trazendo às sessões de terapia queixas relacionadas ao âmbito profissional. Quando não o trazem como queixa principal, é invariavelmente constante que assuntos ligados a ele surjam durante o processo terapêutico… e precisem de algum suporte do psicólogo.

As principais queixas relacionadas ao âmbito profissional e ao trabalho trazidas direta ou indiretamente ao consultório estão associadas a:

a) dúvidas sobre como agir com os subordinados, superiores hierárquicos, pares ou ainda sócios no trabalho: alguns pacientes procuram ajuda para aprenderem a lidar com sua cadeia de relacionamentos profissionais, seja por falta de experiência em gestão de pessoas, liderança, comunicação ou por dificuldades em relacionamentos interpessoais. Têm dúvidas em como dar um feedback assertivo ao funcionário, ou mesmo aos superiores. Ou ainda em como fazer uma avaliação apropriada.

b) dúvidas sobre os rumos profissionais: muitos pacientes se questionam se a carreira profissional em que estão inseridos é a que realmente gostariam de estar, mesmo após anos ou décadas de trabalho, seja uma carreira bem sucedida ou não.

Como essas questões sempre são trazidas de alguma forma ao consultório, resolvi dedicar algum tempo para escrever um pouco sobre Psicologia Organizacional.

Evidentemente que esse assunto não é diretamente relacionado à terapia, mas as informações trazidas pelo estudo de Psicologia Organizacional podem sim ajudar o paciente a melhor encontrar rumos e ferramentas ao que se está buscando.

O que é Psicologia Organizacional?

Psicologia Organizacional é área da psicologia que se dedica ao estudo teórico das organizações, do ambiente de trabalho e ao que tange aos relacionamentos humanos, seu bem estar e produtividade. De maneira mais simplista, podemos dizer que psicologia organizacional é o estudo e compreensão do comportamento humano no ambiente de trabalho.

Conheça cada um de nós lendo nosso perfil individual em psicólogos sp. Você poderá também ver os horários disponíveis e agendar sua consulta ou ainda solicitar que a nossa secretária ligue para você.

Nesse contexto, portanto, o trabalho da psicologia organizacional é identificar e avaliar o bem estar físico e emocional dos funcionários, suas aptidões, perfis e seus interesses; e tudo isso relacionado à produtividade individual e, por consequência, organizacional.

Qual é o papel do psicólogo na Psicologia Organizacional?

Para entender, avaliar e decidir sobre todos esses pontos, há diversos campos que se aplicam à psicologia organizacional. Alguns exemplos:

  • Treinamento e Desenvolvimento: os profissionais dessas áreas geralmente determinam quais são as habilidades necessárias para cada posto ou função de trabalho, bem como buscam desenvolver programas de treinamento aos funcionários.
  • Seleção e Recrutamento: os profissionais dessa área criam ou aplicam técnicas de seleção de funcionários baseados em competências, seja para uma posição particular de trabalho ou para vagas mais generalizadas.
  • Performance e avaliação: os profissionais que trabalham nesse área desenvolvem técnicas de avaliação para determinar como os funcionários estão performando, identificando os pontos positivos e os pontos que precisam ser desenvolvidos.
  • Benefícios e remuneração: os profissionais dessa área estudam em como promover o aumento da satisfação dos funcionários e o aumento da produtividade. Por isso, estudam o que pode ser feito não apenas quanto à remuneração em si, mas outros benefícios tangíveis e intangíveis que aumentem a satisfação dos funcionários.
  • Desenvolvimento organizacional: os profissionais dessa área trabalham em conjunto com os executivos na otimização da estrutura organizacional e também auxiliam em estudos de desenvolvimento e aperfeiçoamento de produtos e serviços.

Mas afinal, o que tem a ver Psicologia Organizacional com Psicologia Clínica?

Como é bastante comum os pacientes trazerem queixas relacionadas ao âmbito profissional, é interessante que o psicólogo clínico com o qual você decidiu fazer terapia tenha algum nível de experiência em psicologia organizacional, teórica ou prática.

Essa experiência auxiliará o psicólogo a melhor orientá-lo sobre como resolver conflitos no ambiente de trabalho e nos relacionamentos interpessoais, bem como onde buscar técnicas para melhor desenvolver o que se está buscando.

Quem leu esse texto também se interessou por:

Autora: (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.