Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Aprenda a lidar com o fracasso no trabalho

Categoria dos serviços da psicóloga: tcc,terapia cognitivo comportamental
Aprenda a lidar com o fracasso no trabalho

Passar por fracasso na vida é algo comum a todas as pessoas. Para algumas as derrotas são mais sentidas do que outras. E existe uma maneira de lidar com isso?

Lidar com o fracasso é algo, ao mesmo tempo, descomplicado e perturbante. Principalmente quando ele ocorre no ambiente de trabalho. Segundo os psicólogos, quando as tentativas de buscar soluções parecem inúteis, o medo e o fantasma da frustração se torna muito real.

O fracasso geralmente impõe um ritmo desordenado ao profissional, perante as suas responsabilidades, afetando de forma prolongada, o andamento e a performance do trabalho.

A falta de ferramentas de ação no momento em que a pessoa se encontra numa crise, é o fator causador das perdas. E as causas para o fracasso podem ser das mais variadas. Elas vão desde uma cobrança obrigatória, autoexigência, acúmulo de tarefas, problemas pessoais, chefes tirânicos, etc.

O que é fracasso?

Valor Consulta Psicóloga Vânia






Não quero informar nome ou e-mail





Os psicólogos o definem como o insucesso de uma ação ou processo. Uma somatória de erros, pequenos que sejam, também podem levar a um fracasso. Mas afinal, como devemos lidar com o fracasso, depois que ele se estabelece?

Daremos algumas importantes dicas para a pessoa compreender a natureza da falha, em si mesma, e também em relação ao ambiente externo. Veja também como o aprendizado junto com o apoio psicológico pode proporcionar um verdadeiro crescimento individual e profissional.

Dicas importantes para lidar com o fracasso

Ao lidar com o fracasso, algumas ações podem ser fundamentais não apenas para a superação como também para o crescimento individual.

Com elas você não apenas passa por esse momento com menos sofrimento mas se torna um ser humano melhor.

Reconhecimento de seus pontos fracos: todos possuímos pontos fortes e fracos. Identificá-los como características particularidades de nossa personalidade e temperamento comportamental, constitui aprender sobre as nossas aptidões e habilidades.

Ao reconhecer que em alguma área, teremos mais dificuldades do que em outras, saberemos a forma como podemos reagir frente e conheceremos algumas de nossas limitações. Com isso, ao passar por uma nova situação de fracasso será muito mais tranquila e enriquecedora.

Transforme a ética em virtude: ser bom profissional, possuir base de conhecimentos úteis para o trabalho não significa em algum grau que a pessoa seja honesta ou ética.

Os Psicólogos

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

A boa relação com os colegas, optar pela conduta esperada seguindo os padrões e valores, no ambiente externo ou em qualquer espaço, garantirá o rendimento de confiança e respeito por todos. Apesar de não parecer, a ética compensa e muito. Você passa a ser visto como uma pessoa confiável e isso lhe trará muitas oportunidades.

Ser colaborativo: muitas vezes, por razões de perfeccionismo ou autocrítica, o profissional carrega para si todas as responsabilidades.

E quando se vê derrotado por algum erro, a capacidade de avaliar ou de se absolver torna-se praticamente impossível. Valorizar o trabalho de equipe, compartilhar erros e acertos no coletivo é tão importante quanto buscar perspectivas mais competitivas.

Poupar e otimizar: todo erro leva, ou deveria levar, ao aprendizado, e no caso do trabalho, à adoção de estratégias melhores e mais seguras. As reações podem ser muito variadas de pessoa para pessoa.

Guia Completo de Como Selecionar seu Psicólogo

Se você é daqueles que gosta de entender tudo nos mínimos detalhes, então esse guia é para você! No guia completo você vai conhecer todo o processo desde onde procurar e selecionar um psicólogo, como é a primeira consulta, como se preparar para a terapia, como é o processo terapêutico e até como avaliar os resultados.

COMO SELECIONAR O SEU PSICÓLOGO

Mas, em todos os casos, a necessidade de reavaliar todos os passos percorridos até o momento da falha, será a melhor reflexão a ser realizada. Tire proveito disso, transformando seus erros em novas oportunidades.

É lógico que ninguém aprecia ter medo ou fracassar, muito menos no que diz respeito ao aspecto profissional. O trabalho é a área da vida em que nos expressamos, exteriorizamos as relações, construímos os alicerces dos projetos pessoais e, principalmente, propiciamos o rendimento necessário para vivermos.

Falhar nesta área significa jogar um balde d’água fria em tudo isso, e por esta razão, o medo de fracassar ou a decepção, ocupa um lugar especial no psicológico e emocional.

Muitas pessoas ditas “de sucesso” também falham, mesmo que não expressem publicamente seus fracassos. A autopunição não é construtiva pois dissocia a verdadeira causa do erro. Ela impede que seja realizado o momento construtivo de observar um processo.

Dando valor ao aprendizado

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Desta forma, considere o tempo ideal para a tomada da próxima decisão. Este passo é extremamente importante para recomeçar suas estratégias de forma mais madura e com segurança.

O não-agir significa, dar continuidade ao peso na consciência, alimento da negatividade e, por consequência, a não-reflexão e aprendizado sobre o erro.

Vivemos em um mundo cada vez mais competitivo e racional, que exerce grande pressão sobre nossas metas e capacidades. Por isso medo do fracasso ocasiona diversos transtornos como a ansiedade e o estresse, crescentes na sociedade como um todo.

Outro problema: o pessimismo que surge quando a atitude derrotista invade os pensamentos e contamina a autoconfiança, provocará reações de difícil superação da experiência. Encare o fracasso como uma ação e não como um atributo.

Para o caso de evitar chegar no nível de compressão, neste caso, a melhor forma para enfrentar o fracasso é a procura do auxílio de um psicólogo do trabalho, que estará em condições de assessorar e reconduzir a pessoa para o seu próprio rumo.

Conheça mais sobre medo e fracasso, autoconfiança e trabalho, lendo mais em nossos textos preparados pelos nossos melhores psicólogos!

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Mania de perseguição

    Mania de perseguição
    A intensidade da mania de perseguição pode variar muito para cada pessoa, mas os sintomas são similares, como suor, tremor e um medo incontrolável.
  • Qual é o seu limite

    Qual é o seu limite
    Você já se perguntou qual é o seu limite ? O psicólogo é o profissional que pode orientá-lo na busca pelo autoconhecimento e no entendimento dos seus limites.
  • 6 segredos para ter mais felicidade na vida

    Segredos para ter mais felicidade na vida
    Para se ter felicidade na vida é preciso adotar uma série de pequenos hábitos que irão ajudá-lo nisso, conforme dizem os psicólogos

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Autor: Thaiana Filla Brotto

CRP 06/106524 – 6ª Região

FORMAÇÃO

Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.