Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Como lidar com imprevistos no trabalho sem estresse

Como lidar com imprevistos no trabalho sem estresse

Imprevistos acontecem o tempo todo. Por mais preparado que você esteja para enfrentar o dia ou uma situação em particular, acontecimentos inesperados podem mudar os seus planos. Quando as coisas saem do controle em suas vidas pessoais, as pessoas já ficam desesperadas. Imagine, então, quando o mesmo acontece no trabalho.

Muitos eventos repentinos podem acontecer no ambiente profissional, portanto, é preciso ser resiliente para não deixar o estresse tomar conta.

Como você reage a imprevistos?

Os imprevistos podem nos abalar emocionalmente. Quando surgem durante um momento importante de nossas vidas, é tentador ceder ao desespero. O problema de desesperar-se perante o desconhecido é o seguinte: não conseguimos trabalhar direito quando o nosso estado emocional está perturbado.

A probabilidade de cometer erros graves que podem afetar a sua carreira profissional e relacionamentos pessoais é maior.  O desespero, a angústia e a preocupação que ameaçam nos dominar são manifestações de uma intensa ansiedade.

Quem não reage bem a imprevistos permite que seus pensamentos viajem para um cenário futuro catastrófico. Nele, tudo dá errado e a percepção do chefe sobre o seu trabalho diminui drasticamente. Assim, estimulam a própria ansiedade.

Já quem reage bem a imprevistos consegue ser produtivo mesmo em meio ao caos. Esses indivíduos são resilientes, ou seja, transitam por situações difíceis sem serem afetados por elas. Sabem que não possuem total controle sobre a situação, então se concentram só em tarefas que estão ao seu alcance.

Em outras palavras, são pessoas que lutam contra o domínio da ansiedade. É mais fácil se concentrar no problema em questão quando a sua mente está focada no presente. 

Além de se adaptarem à ocasião criada pelo imprevisto, aproveitam o momento para aprenderem lições valiosas e crescerem profissionalmente.

Formas inteligentes de lidar com imprevistos

Valor consulta atendimento online e presencial psicóloga Vânia






Não quero informar nome ou e-mail





Aprender a lidar com imprevistos sem se desesperar vai mudar a sua vida profissional. A carga diária de estresse será menor e você terá mais chances de impressionar alguém importante com a sua postura serena.

A sua maneira de trabalhar também se modificará. Você vai sentir um aumento considerável em sua produtividade e capacidade de resolver problemas. Tornar-se uma pessoa mais resiliente não é difícil, mas pode ser desafiador. É preciso agregar alguns hábitos e recorrer a estratégias de gestão – de emoções, de tempo, de estresse e de competências.

Entretanto, todo esforço para se tornar uma pessoa emocionalmente mais saudável e um profissional de sucesso é válido. Abaixo, você encontrará algumas dicas para ajudá-lo a transformar qualquer situação pouco favorável em uma oportunidade.

1.     Antecipe possíveis imprevistos

Para algumas profissões, é comum antecipar possíveis crises para montar um plano de gestão. Assim, quando o inesperado acontecer, a empresa já estará preparada para cobrir prejuízos e uma possível queda na imagem.

Você também pode adotar essa estratégia a cada novo projeto iniciado e até em suas atividades do dia a dia.

Ao imaginar os possíveis desdobramentos de uma decisão, por exemplo, você estará mais preparado se uma crise realmente acontecer. Você pode manter os cenários em sua cabeça ou escrevê-los, adicionando logo abaixo a forma como você lidaria com cada um. 

Tenha em mente, contudo, que esse exercício é para você traçar planos para lidar com um acontecimento desfavorável. Não é um incentivo para alimentar a ansiedade.

2.     Organize a sua vida profissional

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Organize os seus afazeres diários, as pendências de longo prazo, os pedidos de colegas de trabalho e de superiores, e todas as suas obrigações profissionais em único lugar. Pode ser uma agenda, uma planilha ou uma plataforma digital voltada para a organização pessoal.

Quando um imprevisto aparece, as primeiras reações tendem a ser de espanto, seguido de preocupação. Como conciliar mais isso com as demais tarefas da rotina apertada? A dimensão do problema pode ser exagerada por conta disso.

Saber exatamente quais são as suas próximas obrigações profissionais vai lhe transmitir uma sensação de calma. Além disso, quando se tem uma agenda organizada, é mais fácil encontrar tempo para revisar projetos e trabalhos importantes. Dessa forma, você evita contratempos estressantes.

3.     Seja realista com a situação

Não comece a imaginar os piores cenários possíveis após o aparecimento de um evento repentino, tampouco perca tempo se lamentando para os outros. Seja realista com o problema que você tem em mãos para conseguir identificar formas de solucioná-lo.

Para conseguir ter essa percepção, respire profundamente no momento de tensão e esvazie a mente de pensamentos por alguns instantes. Depois, retorne o foco para o imprevisto. De que maneira você consegue resolver essa situação? Que oportunidade pode estar escondida?

Os seus primeiros palpites podem não resultar em bons frutos, mas não desista. Pense um pouco mais e tente novamente. Com o tempo, você terá um olhar mais “treinado” para encontrar soluções.

4.     Tenha jogo de cintura

Os Psicólogos

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Nem sempre você tem o luxo de lidar com um imprevisto em um ambiente calmo, livre de pessoas irredutíveis atazanando-o. Na verdade, é mais provável que a pressão aumente e você seja cobrado por seus superiores.

Dependendo da qualidade do ambiente de trabalho, pode até ouvir um sermão bem desagradável que irá deixá-lo para baixo por algumas horas.

Para evitar os impactos em seu estado emocional, tenha jogo de cintura para lidar com as demais variáveis envolvidas com o imprevisto.

Dedique um tempo do seu dia a dia profissional para observar o seu chefe e colegas de trabalho. Veja quais comportamentos eles reconhecem como adequados e como gostam de ser tratados. Essas observações serão úteis quando você precisar dar más notícias ou acalmar os nervos de alguém.

5.     Determine prioridades

Para lidar com o problema com tranquilidade, estabeleça prioridades em seu plano de ação. Assim, você saberá por onde começar e não perderá tempo com questões menos importantes. O planejamento de ações prioritárias também evita reações desesperadas, pois lhe devolve a sensação de controle da situação.

Do mesmo modo, delegar funções fica mais fácil quando você reconhece as prioridades para solucionar o problema. Definir prioridades, na verdade, é uma tarefa importante em qualquer planejamento, independente se for para sanar uma crise ou não.

6.     Peça opinião das pessoas certas

Saiba com quem você pode contar dentro da empresa e o quanto você pode ouvir de um colega de trabalho. Não se preocupe se não tiver ideia disso ainda. Esses conhecimentos irão até você com o tempo.

A cada nova situação desagradável, você terá um vislumbre da personalidade e da forma como os demais lidam com problemas complexos.

Nem todos os colegas de trabalho são amigos ou se gostam. É normal haver pessoas difíceis, estressadas e antipáticas da mesma forma que há pessoas bacanas e dispostas a ajudar. Aprenda a diferenciar quem é quem para pedir ajuda quando necessário.

Ouvir as pessoas erradas poderá resultar em mais problemas e, pior ainda, dar abertura para fofocas entre departamentos. Mesmo que você receba um conselho pouco útil, um ponto de vista diferente poderá enriquecer as suas estratégias de gerenciamento de crise.

7.     Mantenha a mente aberta

Às vezes, para resolver um problema repentino é preciso seguir caminhos igualmente inesperados. Você pode nunca ter pensado em escolher determinado percurso antes daquela ocasião, tornando-a perfeita para tirar lições profissionais valiosas para a sua carreira.

Ficar apegado a métodos antiquados não é a alternativa mais sábia. Você precisa reagir conforme o que a situação pede, moldando-se a novos pensamentos e tendências. Caso contrário, pode deixar uma oportunidade passar ou acabar dificultando uma ocasião já complicada.

8.     Relaxe após o ocorrido

Assim que tudo estiver resolvido, relaxe.

Guia Completo de Como Selecionar seu Psicólogo

Se você é daqueles que gosta de entender tudo nos mínimos detalhes, então esse guia é para você! No guia completo você vai conhecer todo o processo desde onde procurar e selecionar um psicólogo, como é a primeira consulta, como se preparar para a terapia, como é o processo terapêutico e até como avaliar os resultados.

COMO SELECIONAR O SEU PSICÓLOGO

Respire fundo, assista a um vídeo engraçado para descontrair e combine de celebrar o resultado frutífero com amigos. É importante liberar a tensão acumulada com o ocorrido para voltar ao trabalho normal do dia a dia com as energias renovadas.

Além disso, relaxar vai permitir que você se desapegue do que aconteceu. É importante aprender com a situação, mesmo que nem você nem o seu colega de trabalho tenha errado. Não raro os imprevistos no trabalho acontecem porque alguém em um setor distante tomou uma decisão equivocada.

Todavia, depois de absorver todas as lições disponíveis, você deve seguir em frente. Se não conseguir relaxar no mesmo dia, planeje algo bacana para fazer no fim de semana e limpar a mente de pensamentos relacionados ao imprevisto.

Dessa forma, você não criará o hábito de carregar emoções desagradáveis que se originaram no ambiente de trabalho consigo. É provável que outros eventos repentinos aconteçam. Para lidar bem com eles no futuro, você não deve trazer o passado à tona.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Thaiana Filla Brotto

Thaiana é psicóloga e CEO do consultório Psicólogos Berrini. Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC. Thaiana Brotto é registrada no Conselho Regional de Psicologia sob o número 06/106524

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *