Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Pessoas Difíceis: como lidar com elas?

Como lidar com pessoas difíceis

Embora seja necessário escolher relacionamentos saudáveis e harmoniosos, é impossível descartar algumas pessoas de nossas vidas. Um amigo de muitos anos, um familiar muito próximo ou qualquer outro tipo de ligação.

Pessoas não são como peças que podemos descartar quando apresentam defeitos. Em meio a essas relações vamos encontrar pessoas difíceis para conviver.

A verdade é que as pessoas não são iguais, embora em alguns pontos existam afinidades.

Conviver com pessoas difíceis sem machucar e ser machucado é uma tarefa que requer muito jogo de cintura e compreensão, muitas vezes é necessário se colocar no lugar do outro para assim entender o seu comportamento.

Uma forma de ajudar é indicar e incentivar a pessoa de comportamento difícil a procurar um psicólogo.

Lidando com pessoas difíceis

Mesmo com a ajuda de um psicólogo, é importante que a pessoa receba a colaboração daqueles com quem convive, seja na família ou no trabalho.

Uma das formas de lidar com pessoas assim é usar o silêncio quando o clima torna-se muito tenso ou o bom humor sempre que possível.

Valor consulta atendimento online e presencial psicóloga Letícia






Não quero informar nome ou e-mail





Essa atitude é importante, pois não vamos conseguir mudar a pessoa difícil porque por mais que se esforce ela não consegue escutar a razão e isso gera, inclusive, sentimentos de ansiedade e estresse nas pessoas ao redor.

Entretanto você não deve ficar encurralado durante as discussões e por isso é importante a presença de uma terceira pessoa para criar um ponto de equilíbrio.

É importante respeitar as características e personalidade das pessoas de seu convívio social ou familiar sem invadir o espaço delas, ao mesmo tempo em que você deve exigir esse respeito, porém de forma harmoniosa sem usar de arrogância.

Em algumas situações é precisar optar pelo silêncio, mas em outras é necessário que se fale abertamente para a pessoa difícil o que incomoda você na relação, mas sempre cuidando para que seja feito da melhor maneira possível. Usar o bom senso nesse caso é fundamental.

Preste atenção a algumas dicas para lidar com pessoas difíceis:

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

  • Conhecer seus limites;
  • Saber se retirar quando necessário;
  • Resistir às tentações;
  • Ser compreensivo;
  • Manter-se calmo;
  • Evitar ao máximo as discussões;
  • Ignorar em algumas situações.

Ajuda psicológica

Quando se fala em buscar ajuda de um psicólogo ainda existe um certo preconceito por parte da pessoa que tem um gênio difícil. Mas é preciso mostrar a ela que essa ajuda é de suma importância, pois alguns comportamentos problemáticos como mudanças constantes de humor já indicam a necessidade de uma ajuda profissional.

Guia Completo de Como Selecionar seu Psicólogo

Se você é daqueles que gosta de entender tudo nos mínimos detalhes, então esse guia é para você! No guia completo você vai conhecer todo o processo desde onde procurar e selecionar um psicólogo, como é a primeira consulta, como se preparar para a terapia, como é o processo terapêutico e até como avaliar os resultados.

COMO SELECIONAR O SEU PSICÓLOGO

Como em vários casos, também em se tratando de pessoas difíceis, o profissional age como uma ferramenta para o tratamento que ajudará a encontrar o equilíbrio de que a pessoa difícil precisa.

Uma consulta detalhada com esse profissional é o primeiro passo para a solução do problema.

Depois do primeiro contato com o psicólogo, o paciente adquire mais confiança para falar de suas angústias e se sentirá mais aliviado, melhorando mesmo que em pequena escala o relacionamento com as pessoas de seu convívio.

Além disso, ela será motivada a buscar seu crescimento pessoal.

É preciso deixar claro para a pessoa que buscar o apoio de um psicólogo é uma forma de melhorar a vida, sem precisar sentir-se inferior por isso. O tratamento deve ser encarado como um trabalho conjunto entre o psicólogo e a pessoa difícil.

Ajudar uma pessoa assim é também ajudar a si mesmo, pois a convivência ganhará mais qualidade e a relação será preservada e em alguns casos, restaurada!

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Formulário Letícia

    Psicóloga Letícia Batista
    Formulário de contato da psicóloga Letícia Indique sua dúvida ou fale com a psicóloga.

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Thaiana Filla Brotto

Thaiana é psicóloga e CEO do consultório Psicólogos Berrini. Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC. Thaiana Brotto é registrada no Conselho Regional de Psicologia sob o número 06/106524

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *