Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Emagrecimento e a Questão Psicológica

Emagrecer, Dieta e Terapia Cognitivo-Comportamental

“Preciso emagrecer!” – este parece ser o desejo de 99% da população. Basta perguntar aos seus amigos, colegas de trabalho e familiares.

A primeira coisa que vem à cabeça quando se quer perder peso é fazer uma dieta da moda, diminuir a quantidade de comida ingerida, deixar de comer por horas, ir para a academia…

Num primeiro momento, a pessoa emagrece, mas o que acontece depois é o temido efeito “sanfona”, onde a pessoa engorda e emagrece e não consegue manter o equilíbrio entre as calorias ingeridas e aquelas gastas no dia-a-dia.

Quando os hábitos alimentares se tornam um problema

Valor Consulta Psicóloga Ingrid






Não quero informar nome ou e-mail





Culturalmente o comer está diretamente ligado ao bem-estar. Quando recebemos alguém em nossa casa, oferecemos um bolinho, cafezinho, numa tentativa de mostrar o quanto estamos felizes.

Também quando nos sentimos rejeitados, frustrados e tristes, tendemos a descontar na comida e comer exageradamente – uma barra de chocolate inteira, um pacote de bolacha recheada, litros de refrigerante, massas, pizzas, sorvete – tudo que aplaque a ansiedade e traga momentaneamente sentimentos de prazer e felicidade.

Comer ajuda na manutenção da vida, porém quando exagerado, pode trazer prejuízos tanto físicos quanto emocionais. Estar acima do peso interfere diretamente na autoestima, na sexualidade e na vida social.

Como a TCC pode ajudar no processo de emagrecimento

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

A TCC – Terapia Cognitivo-Comportamental pode ser uma grande aliada no emagrecimento, pois trabalha com os pensamentos, sentimentos e comportamentos que envolvem todo o processo de perder peso.

Durante a terapia, a pessoa aprende a lidar com a ansiedade, tristeza, estresse e culpa; aprende a organizar melhor sua rotina, a compra de alimentos e refeições.

Passa a colocar a comida como mais uma atividade prazerosa e não somente como a única.

Guia Completo de Como Selecionar seu Psicólogo

Se você é daqueles que gosta de entender tudo nos mínimos detalhes, então esse guia é para você! No guia completo você vai conhecer todo o processo desde onde procurar e selecionar um psicólogo, como é a primeira consulta, como se preparar para a terapia, como é o processo terapêutico e até como avaliar os resultados.

COMO SELECIONAR O SEU PSICÓLOGO

Durante o processo terapêutico, a pessoa deixa de esperar que a dieta faça “milagres” e começa a se responsabilizar pelos seus atos de comer, tomando para si o controle da dieta e dos exercícios.

Ainda, a terapia promove o autoconhecimento e ensina novas formas de lidar com os impulsos de comer, ajuda na aderência à dieta e às instruções do nutricionista e educadores físicos, clareia as diferenças entre fome e vontade de comer e resgata principalmente a autoestima.

A terapia vai ajudar na modificação da forma de se relacionar com a comida e na manutenção de um corpo e mente saudáveis.

Por isso, se você se identifica com os pontos levantados nesse artigo, busque a ajuda de um psicólogo.

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Como gerenciar as suas expectativas

    Como gerenciar as suas expectativas
    Gerenciar expectativas faz parte do nosso dia a dia. Aprenda como gerenciar suas expectativas a fim de tirar proveito delas.
  • 6 segredos para ter mais felicidade na vida

    Segredos para ter mais felicidade na vida
    Para se ter felicidade na vida é preciso adotar uma série de pequenos hábitos que irão ajudá-lo nisso, conforme dizem os psicólogos
  • Mania de perseguição

    Mania de perseguição
    A intensidade da mania de perseguição pode variar muito para cada pessoa, mas os sintomas são similares, como suor, tremor e um medo incontrolável.

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Autor: Thaiana Filla Brotto

CRP 06/106524 – 6ª Região

FORMAÇÃO

Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.