Mania de perseguição

Mania de perseguição

Em um mundo cheio de violência, nada mais comum do que ficarmos com insegurança de andar nas ruas. Afinal, precisamos ficar sempre atentos em qualquer local que vamos para não sermos pegos de surpresa. Entretanto, existe um limite saudável para a desconfiança. Quando a mania de perseguição se torna algo obsessivo, chega o momento de procurar a ajuda de um psicólogo. Você acha com frequência que as pessoas falam ou riem de você? Acredita que ninguém gosta de sua personalidade? Estas questões podem levantar um grau severo da ideia de perseguição. Vamos conferir como identificar as manias de perseguição e quando ela pode se tornar um problema?

Quando a mania de perseguição se torna um problema?

A intensidade da mania de perseguição pode variar muito para cada pessoa, mas os sintomas são similares, como suor, tremor e um medo incontrolável. É importante prestar atenção em alguns detalhes. Vale se fazer algumas perguntas para medir seu nível de mania de perseguição, como, por exemplo “Você está sempre desconfiado de que alguém de sua convivência social, como no trabalho, está tentando te prejudicar?”, “Acha que alguém não gosta de você mesmo sem nenhum motivo?” ou ainda “Sente com frequência que alguém olha muito para você?”. Dizer sim para todas estas perguntas aponta para uma mania de perseguição que pode, inclusive, afetar as suas relações sociais. Deixar essa questão de lado pode prejudicar sua convivência com outras pessoas, e até mesmo torná-lo um alguém isolado, e claro que em algum momento isso afeta os relacionamentos pessoais, profissionais e até sua rotina.

Como tratar a mania de perseguição?

Conheça cada um de nós lendo nosso perfil individual em psicólogos sp. Você poderá também ver os horários disponíveis e agendar sua consulta ou ainda solicitar que a nossa secretária ligue para você.

É fundamental prestar atenção para o fato de que a mania de perseguição consiste em um sintoma para diversos problemas psicológicos ou distúrbios emocionais. Por isso, o mais importante é procurar a ajuda de um especialista para descobrir o que pode estar prejudicando as emoções ou o que pode levar a pessoa a sofrer com estas sensações em seu dia a dia. Quando a ideia de perseguição ultrapassa todos os limites saudáveis, a pessoa deve procurar o auxílio de um psicólogo o quanto antes. Em alguns casos, tratar problemas de autoestima pode ajudar um pouco a afastar a ideia de estar sendo perseguido.

Métodos para aumentar sua autoestima

Valorizar a autoestima pode ser uma ótima forma de aliviar a impressão de que está sendo seguido. Alguns métodos podem ajudar a superar essa mania que pode prejudicar as relações sociais, como praticar algum esporte, procurar ambientes que fazem bem, evitar amizades que deixam a pessoa desanimada, e, acima de tudo, cuidar muito bem do sono, procurando dormir em horários definidos. Fazer o que gosta é uma boa maneira de valorizar a autoestima, e consequentemente melhorar a autoconfiança.

A mania de perseguição tem cura e seu tratamento é muito simples, mas a pessoa deve procurar a ajuda para obter uma solução para seu caso. Em muitos casos há vergonha em pedir auxílio, e por isso o problema é deixado de lado. Por isso suporte da família e a orientação para a busca da cura é fundamental para a pessoa que está sofrendo com a mania.

Quem leu esse texto também se interessou por:

Autora: Thaiana F. Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.