Newsletter Gratuita
Assine Aqui

6 principais aspectos que o Processo Terapêutico ajuda você a desenvolver

6 maneiras que a terapia pode te ajudar

A terapia pode ajudar as pessoas de diversas maneiras. Quando se fala neste assunto, no entanto, muitos pensam somente no tratamento da depressão ou da ansiedade. Esquecem-se da promoção da saúde mental que acontece em todas as áreas da vida.

O médico identifica e trata as patologias físicas. Em algumas ocasiões, é preciso acompanhar a evolução de doenças ou do tratamento dentro de um determinado período.

O psicólogo, por outro lado, não faz somente o tratamento objetivo de encontrar a causa do sofrimento do paciente. Ele os capacita para que saibam lidar com os seus problemas e ainda estimula o autoconhecimento.

Todo mundo pode se beneficiar (e muito) ao buscar a terapia. Embora a visão sobre buscar ajuda profissional tenha se modificado muito no Brasil nos últimos anos, preconceitos e ideias equivocadas sobre o trabalho dos psicólogos ainda persistem.

A terapia ou psicoterapia é um acompanhamento feito com um psicólogo para tratar e fortalecer a saúde mental. Existem muitas abordagens na psicologia, mas as quatro principais linhas teóricas são a psicanálise – desenvolvida por Sigmund Freud –, a terapia comportamental, a terapia cognitivo-comportamental (TCC) e o humanismo. 

Valor Consulta Psicóloga Vânia






Não quero informar nome ou e-mail





É com base em uma das vertentes existentes que o psicólogo conduz as sessões. Devido à personalidade de cada indivíduo e da natureza dos problemas a serem tratados, pacientes podem ter preferência por uma abordagem específica. Por isso, a terapia pode não funcionar. Acontece, mas não é um motivo para desistir! Nesse caso, o paciente pode buscar outro profissional.

Embora muitos escolham iniciar um acompanhamento somente quando suspeitam ter depressão ou alguma doença psicológica, é possível procurar um psicólogo visando outros objetivos. Conflitos familiares, problemas no relacionamento, insatisfação no trabalho e dúvidas sobre questões pessoais, como sexualidade ou que caminho seguir, também são motivos válidos para abordar na terapia.

Durante as consultas, o paciente recebe orientações e é encorajado a refletir sobre o seu próprio comportamento. O psicólogo não lhe dá as soluções de mãos beijadas, mas o guia pela sua forma de pensar para encontrá-las. Esse exercício o leva a ter uma percepção mais aguçada de seus pensamentos e sentimentos.

Entendendo o Processo Terapêutico

Como você pode perceber, existem muitas razões para alguém procurar a terapia. Não é algo para “loucos”, como algumas pessoas costumam achar. O preconceito com o trabalho do psicólogo deve ser combatido para que mais pessoas possam receber a ajuda que precisam.

Precisar de ajuda profissional não faz de você uma pessoa inapta, fraca ou inferior.   Tampouco quer dizer que existe algo errado com você. Essa maneira de pensar é ultrapassada. Na verdade, procurar ajuda para resolver os seus problemas é uma demonstração de maturidade e amor-próprio.

Para se livrar de todas as suas dúvidas, veja a seguir as maneiras que a terapia pode ajudar você a ter uma vida mais saudável e alegre. 

1.     Estimula o autoconhecimento

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

O autoconhecimento é o processo de descobrir e refletir sobre as suas peculiaridades. Ele nos fornece insights importantes sobre como agir e sentir diante de situações diversas, além de ajudar na tomada de decisão.

Ao descobrir as suas qualidades, defeitos e preferências, você consegue decidir o que é melhor para o seu bem-estar no ambiente profissional e pessoal. Por exemplo, se a sua carreira não faz mais sentido, o conhecimento de si mesmo pode ajudá-lo a procurar uma área de atuação mais satisfatória.

Desse modo, se autoconhecer também é uma forma de reduzir (não extinguir) os arrependimentos e tristezas em nossas vidas. Em vez de perder energia com pessoas ou situações maçantes, você saberá como lidar com elas sem prejudicar o seu emocional.

2.      Melhora os relacionamentos

Aquela sabedoria popular que diz “quando você está bem, tudo fica bem” é verdadeira! Os seus relacionamentos são, em parte, um reflexo de como você se enxerga. Pessoas prisioneiras de em relacionamentos abusivos geralmente possuem uma visão distorcida de si mesmas e acreditam merecer aquele tratamento.

Quando se está bem consigo mesmo, além de escolher amizades e relacionamentos que tenham a ver com quem você é, fica mais fácil tratar as pessoas bem. A terapia desenvolve a empatia para que mesmo nos dias ruins você saiba como interagir com os outros de forma respeitosa e leve.

3.     Ajuda a avançar na carreira

Os Psicólogos

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Assim como gerenciar os relacionamentos passa a ser mais fácil, o mesmo acontece com os problemas profissionais. Você aprende a lidar com rotinas repletas de compromissos bem como chefes e colegas de trabalho inconvenientes.

Uma postura calma e focada é essencial para sobreviver no mundo corporativo sem desenvolver patologias devido ao estresse. Com uma atitude mais positiva no trabalho, a sua performance consequentemente aumenta e passa a ser notada.

Além disso, ao longo das consultas com o psicólogo, os pacientes podem se sentir inclinados a fazer mudanças radicais e muito positivas em suas vidas, como mudar de carreira. Apesar de muitas pessoas terem medo de trocar de área profissional, especialmente quando têm estabilidade, às vezes é necessário correr riscos para alcançar a felicidade. 

4.     Ensina a gerir as emoções

Você já percebeu que é tão fácil acordar motivado e resolver todas as pendências em um dia e no outro parece ser a coisa mais difícil do mundo?

Isso acontece porque as nossas emoções ditam as nossas ações e palavras. A gestão de emoções é uma habilidade que deveria ser aprendida já na infância e reforçada ao longo dos anos. As pessoas sofreriam menos com brigas, decisões erradas, opiniões contrárias as suas convicções, solidão e a estagnação oriunda do desânimo.

A terapia pode ajudar a desenvolver a inteligência emocional. Em outras palavras, a sua capacidade de gerir as emoções para tirar o melhor proveito de todas as situações. O objetivo não é eliminar as emoções consideradas negativas, como o medo ou a insegurança.

Elas também possuem atributos positivos. Por exemplo, o medo de ter um acidente de trânsito faz com que as pessoas dirijam com cautela. A intenção é fazer a gestão das emoções que normalmente atrapalham para que você use somente os atributos positivos.

5.     Soluciona pendências emocionais

Uma questão muito forte que interfere nos relacionamentos é o passado. Os traumas de infância, as mágoas e as pequenas rejeições influenciam na forma como as pessoas formam novos laços e interagem com os antigos. Os conflitos familiares são os maiores exemplos dessa herança negativa. 

Mas este não é o único problema emocional que afeta a vida das pessoas, é claro. A insegurança pode nascer do bullying ou de uma demissão enquanto a raiva pode ter origem em um término ou situação injusta. Todas as pessoas são resultados das experiências que viveram até o momento presente.

O psicólogo é o profissional capacitado para libertar o paciente dos sentimentos debilitantes oriundos do passado. Nem sempre este caminho é fácil em razão da culpa e a dor envolvida. No entanto, ao chegar no fim do processo, o paciente se sentirá como uma nova pessoa. A terapia, então, trabalha o perdão e traz o foco da mente para o presente.

6.     Promove o desenvolvimento pessoal contínuo

Com as reflexões e habilidades aprendidas durante a terapia, você se torna capaz de aperfeiçoar o próprio processo de desenvolvimento pessoal com o passar dos anos. As adversidades não o afetarão da mesma maneira já que terá mais controle sobre as suas emoções.

A terapia pode ajudar a mudar a mentalidade e visão de mundo dos pacientes para versões mais brandas e conscientes. Esta mudança acontece de forma natural. Ao chegar ao fim do tratamento, é provável que você olhe para trás e não consiga pontuar exatamente as modificações positivas, mas possa senti-las em seu cotidiano.

Quando buscar a ajuda de um psicólogo

Como você se sente? Teve mudanças de humor ou oscilações expressivas em sua motivação nas semanas ou meses anteriores? Tem se sentido triste, letárgico, sem esperança, nervoso ou ansioso? As nossas emoções e os nossos pensamentos são indicativos importantes da necessidade de terapia.

Se o lado negativo da vida parece estar mais evidente para você, o psicólogo é o profissional certo para ajudá-lo. A terapia pode ser feita em qualquer momento da vida, independente da idade. Crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos são igualmente bem-vindos e incentivados a cuidar da saúde mental quando acharem necessário.

Se você notar a existência de sintomas depressivos ou da ansiedade, ou notar um padrão de pensamento negativo nas últimas semanas, o ideal é marcar uma consulta o mais rápido possível. Dessa forma, o tratamento previne que os sintomas se intensifiquem.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Psicóloga Thaiana

CRP 106524/06. A psicóloga é CEO do consultório Psicólogos Berrini. Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *