Newsletter
Assine Aqui

O que um quarto bagunçado diz sobre você

O que um quarto bagunçado diz sobre você

Um quarto bagunçado nem sempre é resultado de uma pessoa desorganizada. O lado psicológico pode estar envolvido na desordem.

O que um quarto bagunçado ou uma casa perfeitamente arrumada podem dizer sobre você? Apesar de a primeira vista serem sinônimos de organização ou falta de cuidado, situações assim podem descrever muito sobre a personalidade de uma pessoa.

Viver uma casa perfeitamente organizada e limpa, como de um catálogo de uma revista, pode ser o sonho de muita gente. Mas há aqueles que, ao invés da limpeza e organização, preferem ocupar seu tempo de outra forma. O resultado é um espaço bagunçado, mas que nem sempre é sinônimo de relaxo.

Considerar um espaço meticulosamente limpo e organizado sem graça é mais comum do que se imagina e nem sempre isso significa que você precisa de auxílio de um  psicológo.

Confira agora o que um quarto bagunçado pode dizer sobre você com este artigo que preparamos. Leia agora mesmo!

Saúde mental

Os Psicólogos

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Um quarto bagunçado pode ser o resultado de diversos fatores. Pode significar falta de tempo em manter o espaço arrumado e limpo.

Pode ser sinônimo de que você esteja muito atarefado, ou pode ser o resultado de filhos pequenos em casa — onde nem sempre é possível arrumar na mesma velocidade com que eles bagunçam.

Mas se o seu quarto bagunçado é algo recorrente, isso será que quer dizer algo sobre sua saúde mental e seria necessário ter o acompanhamento de psicólogo?

Em alguns casos, a falta de organização pode estar ligada sim a uma condição psiquiátrica. Pessoas com transtorno obsessivo-compulsivo podem estar tão preocupados em manter as organizadas e limpas que a desordem pode desencadear uma forte ansiedade

Em outros casos, pessoas costumam acumular itens a ponto de não conseguirem mais organizar seus quartos, casas e demais espaços de sua moradia. O resultado são enorme quantidade de itens que tornam praticamente impossível viver no espaço. Aí novamente o resultado é um quadro de transtorno psicológico.

Leia também>>> Conheça os principais tipos de ansiedade

A personalidade do quarto bagunçado

Por isso, se você possui um quarto bagunçado, é preciso estar atento a causa disso, se é falta de tempo, indiferença ou alguns transtorno psicológico. Enquanto para alguns a bagunça pode ser resultado de uma mente desorganizada, para outros a falta de cuidado não significa necessariamente a falta de zelo.

Valor Consulta Psicóloga Renata






Não quero informar nome ou e-mail





Exemplo são algumas mesas de escritório, abarrotadas de papéis, arquivos e envelopes, em que seu “dono” sabe exatamente onde está cada papel, numa “bagunça organizada”.

O caso mais comum era do psicanalista Sigmund Freud, que costumava dizer: “Não limpe a bagunça. Eu sei exatamente onde tudo está”, ao referir-se a sua mesa entulhada de arquivos.

Logo, ter um quarto perfeitamente arrumado e limpo nem sempre é sinal de organização. Como já dissemos, às vezes a bagunça é reflexo de uma mente criativa — como o caso de Freud.

Por outro lado, algumas pessoas possuem um transtorno obsessivo de que tudo deve estar sempre em seu lugar, exatamente na posição correta. Qualquer item fora do lugar representa um sentimento de impotência e inclusive tristeza, que podem desencadear casos de ansiedade e depressão.

Fique atento

Como vimos, a bagunça nem sempre é sinônimo de falta de cuidado ou importância com o ambiente em que vive. Há aqueles que momentaneamente estão impossibilitados de organizar suas coisas, ou que por falta de tempo acabam procrastinando a arrumação.

Guia Completo de Como Selecionar seu Psicólogo

Se você é daqueles que gosta de entender tudo nos mínimos detalhes, então esse guia é para você! No guia completo você vai conhecer todo o processo desde onde procurar e selecionar um psicólogo, como é a primeira consulta, como se preparar para a terapia, como é o processo terapêutico e até como avaliar os resultados.

COMO SELECIONAR O SEU PSICÓLOGO

O mais importante nisso tudo é estar atento às causas da bagunça, se é algo que sempre foi assim e que lhe causa sofrimento pensar em organizar, ou se em meio à sua bagunça, você sabe exatamente onde cada item está.

Lembre-se sempre que tanto a desordem quanto a ordem podem ser encontrados em abundância na natureza e nos ambientes criados por nós.

Por diversas vezes, as pessoas ficam mais confusas em ambientes organizados, o que sugere que cada estado tem suas vantagens e desvantagens. O essencial é determinar  o que um quarto bagunçado pode dizer sobre você, seus hábitos, preferências e estado de espírito. 

Se para você um cômodo em desordem não lhe causa sofrimento, não permita que a cobrança pela organização lhe causem sofrimento.

Porém, se a bagunça traz um sentimento ruim, é necessário estar atento já que isto pode ser um problema psicológico subjacente. Neste caso, é necessário buscar conversar com um psicólogo ou médico para entender este sentimento que você sente.

Se gostou de nosso artigo sobre quarto bagunçado e o que isso quer dizer sobre sua personalidade, leia também este material que preparamos sobre Transtorno de Ansiedade Generalizada. Boa leitura!

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Autoconhecimento

    Autoconhecimento
    Diariamente encontramos pessoas confusas e perdidas diante de situações do cotidiano, graças a falta de autoconhecimento. Acesse para saber mais
  • Adolescência tardia: o medo de se tornar adulto

    Adolescência Tardia
    Lidar com a adolescência tardia é uma tarefa que querer muita energia, pois de acordo com psicólogos essa fase pode durar anos.
  • Aprenda a aceitar as mudanças na sua vida

    Aprenda a aceitar as mudanças na sua vida
    Aprender a aceitar as mudanças na sua vida ou a lidar com mudanças nem sempre é fácil. Buscar ajuda de um psicólogo pode ser uma saída muito interessante

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Psicóloga Thaiana

A psicóloga é CEO do consultório Psicólogos Berrini. Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *