Newsletter Gratuita
Assine Aqui

5 dicas para reconhecer e se afastar de pessoas manipuladoras

Ao longo da vida vamos encontrar pessoas negativas, de qualquer modo. Mas essas pessoas podem ultrapassar a negatividade, chegando a um nível desconfortável, podendo serem tóxicas e manipuladoras.

E pessoas manipuladoras podem fazer muitas coisas para nos prejudicar. Por isso, identificar quem são essas pessoas e o comportamento que apresentam é importante para se afastar e evitar prejuízos psicológicos e emocionais.

Em alguns casos, podemos agir de modo a atrair essas pessoas, como se fossemos imãs atraindo ferro, e nem perceber que ser acessível facilita a aproximação de pessoas manipuladoras.

Isso pode nos levar a diversos sofrimentos, dos quais muitas vezes não temos culpa. E estamos sujeitos a esse tipo de pessoa em diversos ambientes, no trabalho, na família, entre nossos amigos e, o mais comum, em nossos relacionamentos.

Quantas vezes ouvimos dizerem, “fulana tem o dedo podre para o amor…”, “Fulana só se envolve com pessoas problemáticas…”, “Aquele ali, vive arrumando sarna para se coçar…” – acontece, não é mesmo?

Acontece. Isso porque confiamos demais nas pessoas, nos abrimos com facilidade, expomos nossas fragilidades, e não somos cuidadosos na hora de compreender segundas intenções.

Os Psicólogos

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Essas pessoas, normalmente, estão vulneráveis e perdidas, também. Carregam em si dores e carências que faz com que elas busquem pessoas que possam suprir emocionalmente essas lacunas. E vale lembrar que nem todas essas pessoas são más.

Precisamos nos proteger e, mais do que isso, evitar essas pessoas, fazendo com que elas procurem ajuda. Somente profissionais especializados em saúde podem ajudar pessoas com problemas de personalidade. Seja cauteloso e use nossas dicas para reconhecer e afastar pessoas manipuladoras de sua vida!

1) Carência afetiva

Valor Consulta Psicóloga Janaina






Não quero informar nome ou e-mail





Um traço de personalidade comum em pessoas manipuladoras e tóxicas é a carência afetiva. Pessoas tóxicas costumam ser inseguras, incapazes e buscam aprovação. Por isso, ao identificar esse comportamento, busque estabelecer limites, deixe claro o que você gosta ou não, repreenda essa pessoa em caso de ciúme ou mesmo em situação de demonstrações de possessividade.

Seja em um relacionamento amoroso, ou em amizades, assim como no trabalho ou alguém na família, esse padrão é bastante comum. 

2) Comportamentos exagerados 

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Ao ser contrariado, se sentir rejeitado ou negligenciado em suas exigências, uma pessoa tóxica irá demonstrar excesso nas reações e comportamentos exagerados. Crises de choro e agressividade, pode assumir um papel de vítima ou mesmo condená-lo por suas atitudes, as quais ela julga que estão aquém do merecido. 

Analise as expectativas dessa pessoa, e estabeleça níveis de relacionamento claros para que ela não invada sua intimidade, nem tenha acesso à sua privacidade. Pessoas perigosas querem sempre mais, para poder manipular e jogar com o que sabem sobre você. 

3) Abuso de bebidas e drogas

Uma pessoa tóxica irá demonstrar isso de alguma forma. O mais comum é o abuso no consumo de álcool e drogas. Isso é um meio de aliviar tensões e também de se colocar em posição de vítima para atrair olhares e atenção. É claro que o problema pode ser uma dependência química, muito mais complexo, requerendo tratamento especializado.

Mas ela pode usar essas substâncias como subterfúgio, pois ela sabe que a pena e a compaixão são sentimentos que facilitam sua ação, e faz com que as pessoas se sintam culpadas em abandoná-la. Fique atento.

4) Problemas constantes com dinheiro

Dinheiro é também um modo de exercer influência sobre as pessoas e mantê-las presas. Você se solidariza com a falta de sorte ou enrascadas nas quais a pessoa tóxica está submetida, então você tenta ajudar com apoio financeiro, ela finge que quer pagar, e isso vira uma bola de neve. 

Ninguém está livre de passar por uma situação difícil ou crise financeira, mas uma pessoa perigosa irá usar desse recurso para se manter próxima a você e criar uma relação de dependência, na qual irá usá-lo até sugar toda a sua energia e, se conseguir, recursos também. 

5) Pessoas manipuladoras podem facilmente perder a cabeça

Guia Completo de Como Selecionar seu Psicólogo

Se você é daqueles que gosta de entender tudo nos mínimos detalhes, então esse guia é para você! No guia completo você vai conhecer todo o processo desde onde procurar e selecionar um psicólogo, como é a primeira consulta, como se preparar para a terapia, como é o processo terapêutico e até como avaliar os resultados.

COMO SELECIONAR O SEU PSICÓLOGO

Pessoas tóxicas são manipuladoras. Para isso precisam ser muito queridas e estimadas, ou sua ação perde o efeito sob outras pessoas mais inocentes. Por isso, eventualmente, quando confrontadas, elas irão perder a cabeça, seja por correr o risco de ser desmascarada, seja pode não conseguir fingir o tempo todo. 

Isso pode desencadear um comportamento muito nocivo envolvendo insistências, agressividade, perseguição e ameaças. Sabemos que diversos crimes passionais, inclusive feminicídios, são cometidos por pessoas manipuladoras, com comportamento tóxico, que se descontrolam quando sofrem rejeição

Seja cauteloso e seletivo em suas relações. Tenha cuidado quando falar sobre questões pessoais e privadas e saiba com quem você está desabafando. Sem essa precaução você pode se tornar uma vítima fácil para pessoas tóxicas.

Interessou-se pelo tema Como evitar que pessoas perigosas de aproximem de você? Então você pode se interessar por esse também: O que é depressão resistente e como lidar com ela.

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • 5 características de pessoas assertivas

    Características de pessoas assertivas
    A moderna psicologia descreve alguns tipos comportamentais e pessoas assertivas é uma delas. Confira as características de pessoas assertivas elencadas por um psicólogo
  • Como conviver com uma pessoa controladora

    Conviver com uma pessoa controladora
    Pessoas controladoras são fáceis de identificar. Elas necessitam de outras para agir desta forma, para que seu domínio sobre elas faça algum sentido. Para o psicólogo, entender o mecanismo mental de uma pessoa controladora é fundamental afim de estabelecer um diagnóstico preciso.
  • Porque as pessoas mentem

    Porque as pessoas mentem
    Muitas vezes topamos com pessoas mentirosas em nossas vidas. É importante saber como lidar com elas e saber porque elas mentem, conforme descreve a psicóloga

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Psicóloga Thaiana

A psicóloga é CEO do consultório Psicólogos Berrini. Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.

10 comentários em “5 dicas para reconhecer e se afastar de pessoas manipuladoras

  1. eu acho que sou uma pessoa manipuladora, me identifiquei com os itens, mas não muito com a descrição. =/

  2. Gostei muito do texto.
    Reconheci, a pouco tempo, que a minha mãe é uma pessoa manipuladora e tóxica. Ela já me prejudicou bastante, mas mtas vezes eu nem percebi. Era tdo de forma oculta.
    Eu não moro com ela, me afastei o que pude, mas ela fica me cercando, querendo que eu desabafe com ela (perdi a confiança) e usando a desculpa de querer ver o neto.
    Como se afastar desse relacionamento nocivo?

    • Oi Erica, tudo bem?

      Casos como esse indicado fortemente que você inicie um processo terapêutico para lidar com essas questões. São coisas delicadas e é necessário entender todo o contexto. O ideal é que você encontre essas respostas através da terapia.

      Por aqui, ficamos à disposição.

      Abraços e obrigada por compartilhar o seu comentário!

  3. Meu Deus como me identifiquei com o comentário acima,minha mãe é da mesma forma desda adolescência percebi mas não tinha conhecimento, hoje sou uma mulher de 32 anos tenho 1 filha e ela sempre querendo manipular minha vida inclusive me prejudicando.

    • Olá, Thallytha!

      Infelizmente é uma situação bastante comum.
      Reflita sobre buscar um psicólogo para obter uma compreensão melhor de tudo isso, certamente será bem importante para você.

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  4. Excelente texto…isso nos ajudar a identificar quem somos, e quem está fazendo parte da nossa convivência diária…!

  5. Eu vivo um relacionamento tóxico, e nossa, como é complicado. Meu parceiro soube me enganar muito bem no começo da relação e aos poucos ele foi me destruindo por dentro. Já pensei em suicídio, em arranjar uma maneira de me livrar do indivíduo, já tentei terminar 3 vezes com o mesmo, mas nada muda, nada ajuda.
    Por causa dele, eu tenho crises de pânico e depressão, sou abusada sexualmente pelo mesmo, fora o medo de terminar o namoro e ser vítima de feminicídio ainda…
    Eu tenho ódio de mim por ter me deixado cair nas garras dele. Tenho ódio de mim por ter deixado ele acabar comigo. Tenho ódio de mim por não ter percebido a pessoa horrível que ele sempre foi. Tenho ódio de mim por me permitir ser manipulada por esse desgraçado.
    Eu só queria voltar a ser a pessoa que um dia fui.

    • Olá, Anna!

      Compreendo que seja uma situação muito delicada essa que você está vivendo, mas te convido a começar a trabalhar esse excesso de culpa que você tem se acusado. Algumas coisas não podemos controlar ou prever, sendo assim, temos que pensar o que podemos fazer daqui em diante, e não o que deveria ter sido feito no passado.
      Uma sugestão que te dou é procurar dar início a um processo terapêutico, e ir embora de desenvolver o seu autoconhecimento e a sua autocompaixão. Com um profissional capacitado você terá ferramentas emocionais para aprender a lidar com tudo isso. Uma rede de apoio também é fundamental, ou seja, compartilhar o que você tem sentido e vivido com as pessoas que estão ao seu redor e que sejam de sua confiança. Quanto mais pessoas estiverem à par, mais força e segurança você sentirá.

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *