Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Deterioração da saúde mental

Deterioração da saúde mental

Descubra o que é deterioração da saúde mental e quando procurar um especialista.

Segundo os psicólogos, o processo de envelhecimento pode ser acompanhado do declínio de algumas das nossas habilidades motoras, por esquecimentos frequentes e por um quadro de deterioração da saúde mental

Queixas relacionadas a sintomas ligados a depressão e ansiedade excessiva também podem se tornar mais frequentes durante o processo de envelhecimento e estarem ligadas a esse quadro de deterioração. 

Mas devemos ficar preocupadas sempre que esquecemos de alguma coisa? O que é deterioração da saúde mental? É o que você vai descobrir melhor no texto de hoje! Acompanhe!

Deterioração da saúde mental – o que é?

Segundo os psicólogos, 54% dos idosos apresentam problemas relacionados a perda de memória. Além disso, mulheres com nível de escolaridade elevado e que possuem histórico de demência na família parecem ser mais afetadas pelo processo de deterioração da memória. 

Guia Completo de Como Selecionar seu Psicólogo

Se você é daqueles que gosta de entender tudo nos mínimos detalhes, então esse guia é para você! No guia completo você vai conhecer todo o processo desde onde procurar e selecionar um psicólogo, como é a primeira consulta, como se preparar para a terapia, como é o processo terapêutico e até como avaliar os resultados.

COMO SELECIONAR O SEU PSICÓLOGO

A presença de doenças como a depressão ou distúrbios do sono parece favorecer a deterioração da saúde mental.

O entendimento mais comum entre os psicólogos é que deterioração mental característica de algumas doenças, como a doença de Alzheimer, não é uma consequência inevitável do processo de envelhecimento. Isso significa que é preciso buscar tratamento para reverter o processo. 

Fatores genéticos e ambientais também podem contribuir para que algumas pessoas passem a apresentar uma certa deterioração da saúde mental à medida que envelhecem. Mas o que diferencia o processo de envelhecimento normal do processo demencial?

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Alguns lapsos de memória como esquecer onde deixamos a chave ou a carteira são considerados “normais” e, em geral, são ocasionados pelo cansaço, pelo estresse ou por um momento de distração. 

Por outro lado, às vezes nos deparamos com algumas situações que devem acender o alerta vermelho. Quando não lembramos o nome de um livro que acabamos de ler, esquecemos qual foi o almoço do dia anterior ou de um compromisso importante, devemos procurar ajuda médica.

Durante a consulta será possível determinar se estamos diante de um quadro de deterioração mental ou de um processo de perda de memória para o qual há tratamento.

Quando devo começar a me preocupar?

Os seguintes sintomas exigem atenção:

Valor consulta atendimento online e presencial psicóloga Letícia






Não quero informar nome ou e-mail





  • Não ser capaz de resolver um problema ou tomar decisões que antes eram fáceis de serem tomadas.
  • Mudar bruscamente de personalidade ou apresentar alterações frequentes de humor.
  • Mostrar problemas para lembrar como se escreve uma palavra.
  • Esquecer-se do nome de alguém com certa frequência.
  • Apresentar dificuldade em realizar tarefas do dia a dia.
  • Sentir dificuldade ao transitar por lugares habituais.
  • Esquecer-se de coisas que acabou de fazer.
  • Perder a noção de tempo ou de lugar.

É importante observar que nem todos os lapsos de memória estão ligados ao processo de deterioração da saúde mental ou a doenças como o Alzheimer. Entretanto, se esses sintomas foram notados com frequência em nós mesmos ou em algum familiar é preciso procurar ajuda psicológica especializada para que seja possível avaliar a extensão do problema a partir de um processo terapêutico.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Thaiana Filla Brotto

Thaiana é psicóloga e CEO do consultório Psicólogos Berrini. Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC. Thaiana Brotto é registrada no Conselho Regional de Psicologia sob o número 06/106524

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *