Insatisfação no Trabalho

Insatisfação no Trabalho

Se tem algo difícil que torna difícil nosso dia a dia é a insatisfação no trabalho. Desde um leve stress a uma síndrome de Burnout, a insatisfação no trabalho leva muitas pessoas aos consultórios psicológicos. A exaustão física e mental é, muitas vezes, responsável pelo abandono ou um pedido formal de demissão.

Diversos profissionais insatisfeitos no trabalho buscam apoio de um psicólogo para lidar com esse problema. Os casos muitas vezes ligados a assédios morais, falta de reconhecimento por esforços, salários defasados, conflitos de relacionamento, falhas na gestão entre outros.

Conviver em ambientes agressivos pode levar ao cansaço súbito e a desmotivação geral. A insatisfação no trabalho traz também o medo de não conseguir uma recolocação no mercado. 

Se sua produtividade caiu e você percebe que não está entrosado no ambiente de trabalho, sente-se cansado e insatisfeito é possível que esteja desgastado. Mas não precisa ficar nessa situação.

Neste texto trazemos algumas dicas para mudar sua realidade profissional e recuperar o gás para mudar seu destino profissional. E não hesite em procurar a ajuda de um psicólogo. Ele irá não apenas ajudá-lo a entender e a lidar com situações difíceis como também a progredir na carreira.

A insatisfação no trabalho e o desenvolvimento pessoal

O desenvolvimento profissional é muito importante para muitas pessoas. Ele pode se, inclusive, uma meta de vida e algo necessário para manter a felicidade do indivíduo.

>>> Leia também: Afinal existe uma fórmula para o sucesso profissional?

Para deslanchar na carreira e ainda conseguir mais satisfação com sua profissão, é preciso focar no desenvolvimento pessoal. Assim você se mantém preparado para o mercado de trabalho. E, caso não tenha seus esforços reconhecidos, fica mais fácil buscar uma recolocação profissional. 

Observe a si mesmo

Observe de forma impassível e reconheça suas principais características. Como você interage em equipe? Quais demandas você atende bem? Quais as funções exerce com maior satisfação?

Conhecer seus talentos e potencialidades manterá você mais motivado para assumir responsabilidades ligadas às suas melhores capacidades, direcionando a forma de atuar em sua empresa. Ao se autoconhecer, você será capaz de corrigir falhas e entender como pode ser útil em sue equipe. 

Cuide dos relacionamentos interpessoais

Busque desenvolver relacionamentos interpessoais saudáveis e promissores. Una-se em direção ao crescimento mútuo e evite atitudes desleais, mesmo que esteja descontente.

Seus colegas de trabalho e gestor são responsáveis pela sua avaliação de desempenho e podem ser cruciais na indicação de uma oportunidade melhor. Tente evitar conflitos e reconheça erros. Pessoas honestas e francas são sempre admiradas em equipes. 

Aceite as diferenças como potencialidades

É necessário aprender a conviver com diferenças. Respeite o posicionamento e a personalidade de seus colegas e gestores, e busque encontrar uma forma agradável de conviver com eles.

Lembre-se, você passará mais tempo com eles do que com sua família. Portanto,  relacionamentos de trabalho desgastados ou que demonstrem intolerância tendem a tornar os dias mais difíceis. Para manter a motivação é importante conhecer o seus potenciais, tanto quando reconhecer os esforços e qualidades em pessoas da sua equipe. 

Busque pessoas inspiradoras 

Sempre existe alguém muito talentoso que pode ser inspirador para você e nem sempre ele será o seu gestor direto. Qualquer um pode inspirar você. Pode ser um gestor de outra área, um colega, um subordinado direto, ou mesmo quem cuida da limpeza.

A inspiração vem de um olhar capaz de reconhecer mérito na forma como as pessoas se posicionam, atuam, e podem ver a vida. Encontre essa inspiração e ela irá acompanhá-lo até o sucesso. 

Caso não consiga mais se sentir bem em sua rotina profissional e perceba que a insatisfação no trabalho chegou a um limite. Encontre formas para mudar essa realidade e direcione sua carreira a algo que promova realização efetiva. Você não merece este sofrimento diário, portanto busque o apoio de um psicólogo para uma mudança profunda. 

Gostou desse artigo? Então você pode se interessar por este também: Como se destacar e subir de cargo na empresa.

Autor: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)
*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.