Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Como lidar com pessoas difíceis tóxicas

Como lidar com pessoas tóxicas

Proteja-se das pessoas tóxicas em sua vida. Leia o nosso texto e aprenda a identificá-las e a lidar com elas.

Pessoas tóxicas existem em todos os lugares. Devemos nos precaver de pessoas tóxicas na medida em que não nos contaminemos com seus vícios psicológicos e emocionais. Neste texto orientaremos você a reconhecer pessoas tóxicas e como se livrar delas.

O que são pessoas tóxicas

O comportamento do ser humano pode ser considerado como “tóxico” quando ele toma a forma indesejável de atitudes de desagrado, de violência psíquica, física e emocional, crueldade, negativismo, manipulação, egoísmo, vitimismo etc.

Identificados estes elementos, a lista pode se tornar maior, na medida em que vamos prestando mais atenção às pessoas ao nosso redor.

Nem sempre pessoas tóxicas farão a vida de outras insuportável de forma consciente. Isso porque, às vezes, elas mesmas já se encontram em conflitos internos que necessitarão de ajuda de um psicólogo.

Sinais de alerta para pessoas tóxicas

Conheça alguns dos sinais de alertas em que você pode reconhecer uma pessoa tóxica.

1. Comparação entre você e a pessoa

Valor Consulta Psicóloga Ingrid






Não quero informar nome ou e-mail





As relações são muitas vezes complexas. Um tende a influenciar o outro e vice-versa. Comparar-se é importante para que você perceba quando é a sua forma pessoal de agir e quando suas atitudes são influenciadas pelo outro.

No entanto, nem sempre é possível fazer esta comparação, já que, muitas vezes, a relação já entrou em um misto confuso de influências negativas sem você se dar conta. Esta seria a primeira forma de reconhecer e saber distinguir ou separar o seu comportamento do outro. Mas não a única.

2. Desafio das relações

Em geral, as pessoas tóxicas costumam desafiar as relações pessoais, de forma consciente e, às vezes, inconsciente. Algumas até sentem prazer em criar desordens e desestruturar a vida alheia.

3. Nível de estresse e negatividade

O estresse e a negatividade são sinais muito evidentes de pessoas tóxicas e que podem “contaminar” ambientes e pessoas. Isso, no sentido de incentivar sempre os aspectos ruins das pessoas, falando mal delas, enfatizando o lado negativo das emoções, como raiva, inveja, ciúme, impaciência etc.

Sabendo lidar com pessoas tóxicas

Os Psicólogos

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Primeira coisa a saber: não é responsabilidade sua de querer “desintoxicar” uma pessoa. Tudo tem seu contexto e seu preço. Pessoas tóxicas possuem comportamentos distintos e que merecem a atenção de profissionais da saúde mental.

Por outro lado, podemos conseguir filtrar certas condições que somos levados pelo comportamento tóxico. É possível rejeitar sentimentos e pensamentos negativos, palavras, ações, comportamentos que podem nos influenciar no dia a dia.

Agora, confira dicas de ouro de como lidar com pessoas tóxicas.

1. Crie Limites

A relação com uma pessoa tóxica deve ser reconhecida e desestimulada, porque mesmo durante o tratamento, ainda é possível não perceber os limites de aceitação do outro. Para uma pessoa tóxica, tudo é permitido.

Tome cuidado de não fazer um movimento radical, como de exclusão, por exemplo, porque a pessoa sentirá que a sua influência não faz mais efeito. Busque o meio-termo.

2. Necessidade de ajuda

Uma relação saudável é impossível estabelecer neste momento. Ajude-a a procurar pessoas da área da psicologia que podem orientá-la neste sentido, falando sobre suas ansiedades, de seus pensamentos negativos constantes, estresse, mau-humor, etc. Evite falar que ela é uma pessoa negativa ou tóxica.

3. Reconheça as relações de poder

Coloque limites no que chamamos de relações de poder, já que ela sente a necessidade de estar por cima sempre. Seja assertivo em relação à pessoa, evitando, por um lado, estimular o seu lado negativo, e por outro, não desrespeitá-la.

4. Não revide com o mesmo veneno

Uma pessoa tóxica tem problemas, mas você não. Então saiba que o revide a alguém na mesma moeda não diminui sua violência nem ajuda em nada. Na verdade, pode ocorrer o contrário do previsto.

Guia Completo de Como Selecionar seu Psicólogo

Se você é daqueles que gosta de entender tudo nos mínimos detalhes, então esse guia é para você! No guia completo você vai conhecer todo o processo desde onde procurar e selecionar um psicólogo, como é a primeira consulta, como se preparar para a terapia, como é o processo terapêutico e até como avaliar os resultados.

COMO SELECIONAR O SEU PSICÓLOGO

O poder de manipulação ou violência de uma pessoa assim pode ser desconhecida. Não há necessidade de manter sempre a defesa em alta, ou argumentar constantemente. Apenas deixe mais evidente seus limites.

Na defensiva, a presa é reconhecida. Ao traçar limites, está estabelecendo regras. Muito especificamente às pessoas tóxicas, é comum encontrar quem não sabe lidar com elas e assim, pode ocorrer dois casos: ou fogem ou se sentem vulneráveis a elas.

No entanto, segundo os psicólogos, este comportamento de medo pode, em relação a estas pessoas, nos ensinar a conviver com certos tipos de violência e manipulação.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Seguindo as dicas acima, de como lidar de forma inteligente com pessoas tóxicas, será possível amenizar, reconhecer e trabalhar com a capacidade de autocontrole das emoções e de neutralizar os efeitos.

Assim, se existe um segredo para lidar da forma mais correta possível, está no quanto você se permite influenciar negativamente. Não ceda lugar ao medo, à manipulação, à violência, à tristeza. Quando elas convivem em espaços íntimos, o risco de ser invadido é sempre maior e, com isso, virá o desconforto ou a dependência emocional.

Nem sempre será possível ou fácil cortar os laços com pessoas tóxicas. Então não hesite em buscar ajuda profissional para isto!

Gostou deste artigo? Leia também o artigo: 7 sinais de manipulação emocional.

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Como conviver com uma pessoa controladora

    Conviver com uma pessoa controladora
    Pessoas controladoras são fáceis de identificar. Elas necessitam de outras para agir desta forma, para que seu domínio sobre elas faça algum sentido. Para o psicólogo, entender o mecanismo mental de uma pessoa controladora é fundamental afim de estabelecer um diagnóstico preciso.
  • Lidar com Pessoas Difíceis – Psicólogo e Psicóloga

    Como lidar com pessoas difíceis
    Conviver com pessoas difíceis sem machucar e ser machucado é uma tarefa que requer muito jogo de cintura e compreensão, muitas vezes é necessário se colocar no lugar do outro para assim entender o seu comportamento.
  • Saiba como lidar com problemas pessoais no trabalho

    Lidar com problemas pessoais no trabalho
    7 dicas de psicólogo para evitar que problemas pessoais no trabalho prejudique sua carreira e de forma geral no ambiente de trabalho

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Psicóloga Thaiana

CRP 106524/06. A psicóloga é CEO do consultório Psicólogos Berrini. Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.

25 comentários em “Como lidar com pessoas difíceis tóxicas

  1. Ótima abordagem do assunto, maneira assertiva e, apesar de meu pouco conhecimento técnico, considero as recomendações bastante ponderadas e apropriadas.

    • Olá, Neusa!

      Obrigada pelo seu feedback, fico realmente feliz que tenha gostado.

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana.

      • Estou saindo de uma convivência tóxica ,estava me fazendo muito mal …Tentei ajudá-la mas não tive êxito …Só que estou me sentindo culpada por deixá-la ….O que fazer ?

        • Olá, Neuza!

          A primeira coisa que você precisa fazer é desmistificar esse sentimento de culpa que você está carregando. Para isso, um psicólogo pode ser muito importante nesse momento em que você está se sentindo fragilizada. Aceite como você se sente, se acolha e busque o que te faz bem.

          Abraços,
          Psicóloga Thaiana

  2. O que fazer? Minha irmã tem 18 anos e eu 29. Minha relação com ela é muito próxima porém ela é difícil não aceita conselhos e sempre prioriza as pessoas que não são fundamentais. Tornando-se uma menina totalmente tóxica em suas atitudes e ações. Como posso ajudá-la visto que ela não aceita que se fale nada.

    • Olá, Adriana!
      Uma conversa transparente, sem pré julgamentos ou imposições é o melhor caminho nesse momento, já que ela está com dificuldades em ouvir outras pessoas.
      Existe um tipo de terapia chamado Terapia Familiar, que também pode ser bastante útil nestes casos, vale a pena dar uma pesquisada sobre esse tipo de atendimento.
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  3. Tenho uma pessoa na família, bastante toxica e sempre me escolhe para atacar injustamente, já fiz de td para mudar isto, tentei ser mais amiga, ajudar quando precisa, mas esquece rápido e na primeira oportunidade ela me ataca, no grupo da família, me humilha, faz calúnia e eu já não aguento mais esta situação. Tento ser justa e honesta nas minhas posições e tendo ser assertiva sempre, mas sinto que tudo isto é motivo de inveja desta pessoa. Quero me afastar dela apesar que é da família, mas não suporto mais sofrer emocionalmente.

    • Olá, Samia,

      Acredito que você mesma já tem a resposta para essa questão: o afastamento. Você não precisa se moldar para se enquadrar nas expectativas do outro. Você pode simplesmente se afastar para não precisar lidar com esse tipo de desconforto. Pense nisso!

      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

    • Bom dia passo por um processo com minha irmã desde criança me agredida e me culpava por tudo hj já não agride e claro ela tem 65 e eu 56 Mas quer me manipular me ridiculariza em tudo ….porem depende de mim para que eu a leve em médicos e quase quer estabelecer regra mandar já consigo estabelecer algumas regras…nao aceita tratamentos psicológicos
      Mar

      • Olá,
        Você já pensou em procurar auxílio terapêutico para você, com o objetivo de compreender e ressignificar tudo isso? Pode ser muito interessante, até mesmo para você descobrir novas maneiras de lidar com alguém assim.
        Abraços,
        Psicóloga Thaiana

  4. Olá boa tarde
    Vim atrás de ajuda quando me deparei com esse excelente post.
    Há anos venho sofrendo perseguição, ofensas, injúrias e muito ódio por parte uma uma irmã da minha congregação. Sinto que ela tem muito ódio de me. A troco de nada nunca fiz nada a ela .todas vez vez que ela me vê ela vem até a me pra me ofender: fala do meu cabelo, fala do meu corpo, fala que eu so presto pra dormi. Já pensei que dar uma queixa dela, mas como sou cristã tudo que gente vai fazer tem que falar com um ancião. Mas se eu for falar do comportamento dela eles não acredita e diz que eu que sou culpada. Já passei por isso outras vezes e sei como é. Me sinto pra baixo por conta disso e não consigo ter mais paz. O que faco??

    • Olá!
      Compreendo que seja uma situação bastante delicada. A primeira coisa que você pode fazer neste caso, é o afastamento. Você não tem obrigação de ter proximidade com ela. Isso não faz de você uma pessoa errada, pelo contrário, você estará cuidando da sua saúde mental. Outro ponto é você falar abertamente com essa pessoa que faz as ofensas sobre o quanto você se sente desconfortável com as falas dela e que você prefere não manter contato. Eu sei que não é fácil tomar essas decisões, mas você precisa se colocar em primeiro lugar!
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  5. Olá . Tenho 51 anos e sou a mais velha de uma família de 7 irmãos, mais alguns de outros casamentos do meu pai , me sinto emocionalmente esgotada, fraca , com vontade de chorar e já não vejo sentindo em ficar mais velha . Quando a família tem problemas corre pra mim , eu corro ajudo e depois que não precisam mais de mim , me ofendem , quando precisam ajudo novamente e não estou tendo mais força pra segurar barra que não é minha . Sou casada, tenho dois filhos independentes, não são usuários de drogas , trabalham e se sustentam . Mas minha família se estão doentes me ligam , se surtam em postinho de saúde com as atendentes e a mim que chamam . Tenho uma irmã que cria uma situação conflitante a cada hora que se passa no dia , são situações de fofocas , criatividade para ferrar com os outros, já levei no psiquiatra e compro os remédios e ela não usa , e Fica me mandando mensagem me ofendendo esbravejando , falando só em coisas da igreja , adora dinheiro e andar em arrumada . Eu.bloquei ela no watts mas ela continua tentando entrar na cabeça dos outros familiares q acabo por sabe . Eu particularmente me sustento, faço tecnologia de design da moda e tomo sertralina 100 g , mas estou tendo ataques constante de pânico e pressão alta . Não consigo me livrar nem do ex dela que pediu para morar na minha casa um tempo e acaba trazendo os problemas das filhas da minha irmã aqui para o Meu lar . Nem sei mais como me livrar. Me sinto sugada energeticamente.
    Por Gentileza usar o codinome beija-flor

    • Olá! Compreendo que seja uma situação muito delicada e sugiro que você pense na possibilidade de dar início a um processo terapêutico. O psicólogo será o profissional capacitado para ajudar você com estas questões profundas. Cuide da sua qualidade de vida e bem-estar emocional.
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  6. Olá, convivo com uma pessoa tóxica, é muito difícil, ela vive xingando, reclamando o tempo todo, só enxerga os defeitos em tudo, não gosta de nada, se vitimiza o tempo todo e por conta disso ela está afastando todos ao redor. Ela é minha sogra! Sinto que minhas forças se esgotaram, estou muito triste com essa situação, estou cansada emocionalmente! Já não sei mais o que fazer. Às vezes eu nem converso com ela por conta disso.

    • Olá! Como vai?
      Primeiramente, obrigada por compartilhar o seu relato. Compreendo que seja uma situação muito delicada. Priorize o seu bem-estar emocional, mesmo que isso significa abrir mão dessa convivência.
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  7. Minha mulher é assim.. e eu não sei o que fazer
    e me machuca muito sabe ,uma coisa que doí na alma ,contamina .
    eu já tentei conversar mas a minha opinião é esterco só serve para ficar me atacando indiretamente ou diretamente , mesmo quando a coisa não é comigo o jeito que se expressa automaticamente eu já acho que é comigo e fico me punindo fico triste ,já pensei em fazer umas besteiras ai , e o problema basicamente é o famoso $$ . Mesmo trabalhando injeto 100% das economias dentro do lar . mas o psicologio sabe que não é o suficiente.

    • Olá!
      Compreendo que seja um cenário muito difícil para você. Fortaleça o seu emocional através de leituras sobre autoconhecimento e inteligência emocional. Lembre-se de que você não está sozinho! Um psicólogo também pode ajudá-lo fortemente a lidar com essa situação.
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  8. Acabei achando sem querer esse site e li alguns relatos, a abordagem que você faz a cerca deste assunto é muito excelente.
    Acredito que eu conviva (convivia) com uma pessoa tóxica, minha amiga. Eu sempre tinha que tá pisando em bolhas com ela em relação a tudo, ao falar, mandar msg e etc, tinha que ter o mínimo cuidado para más interpretações. Sempre ajudei ela em tudo, e ela sempre falhou mt comigo, mt mesmo, sempre nos afastávamos e sempre voltávamos as boas, mas da última vez ela falhou mais uma vez comigo, e eu fiquei muito desapontada, quis me afastar e eu abri o jogo c ela, eu disse q eu queria me afastar e ter meu tempo. Estamos um pouco mais de um mês sem nos falarmos, esses dias ela me mandou um wpp pedindo desculpas, dizendo q a consideração que ela tinha por mim continuava a mesma e etc, eu não respondi. Mas meu coração pesa, fico preocupada com ela pq ela já teve início de depressão, já atentou contra a vida dela e etc, e eu sempre ali disposta a ajudá-la, mas dessa vez eu realmente me esgotei, não é algo que estava me fazendo bem, pelo contrário. Mas me culpo, as vzs acho q to sendo mt dura e etc, outras vezes não.

    • Olá, Anne!
      Respeite seus sentimentos nesse momento e siga o que o seu coração te diz!
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

  9. Olha, o artigo é bom, mas estou num situação mais complicada.
    E quando o seu chefe é a pessoa tóxica? Nada diretamente contra mim, especificamente. Mas é um reclamão 24 horas. Mais que reclamão, maledicente. Consegue falar mau dos próprios subordinados quando não estão na sala. Ofensas sem motivo, fala de tudo e de todos.
    É duro abstrair, pq a gente vê no chefe uma pessoa para se espelhar, mas nesse caso é não se espelhar, sinto uma oportunidade perdida, tempo perdido aqui. Mas enfim, parabéns pelo artigo!

    • Olá, Rodrigo!
      Entendo que seja uma situação delicada. Você precisa avaliar esse contexto. Se você não quer sair do trabalho e tentar uma nova oportunidade, o ideal é você chegar, apenas fazer o seu trabalho e ir embora. Procure se abster até mesmo de conversar com colegas de trabalho sobre esse comportamento dele. Assim, você não deixa que esse assunto seja uma pauta no seu dia a dia.
      Abraços,
      Psicóloga Thaiana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *