Razões para se fazer Psicoterapia

Razões para se fazer Psicoterapia

Procura razões para se fazer Psicoterapia?

Texto original elaborado pela psicóloga Thaiana Brotto, psicóloga do Consultório Psicólogos Berrini em https://www.psicologosberrini.com.br/clinica-de-psicologia/porque-fazer-terapia/

“Há também um número grande de pessoas que lutam para lidar com problemas de relacionamento, frustração com o trabalho, a morte de um ente querido, entre outros.”

… é assim que a terapeuta comportamental Thaiana Brotto dá início ao assunto sobre Terapia, que, para muitos, ainda é um tabu.

O trabalho do terapeuta é ajudar seu paciente a entender diversas situações que o incomodam, e que num dado momento, simplesmente não consegue mais lidar sozinho.

“Através de psicoterapia, psicólogos ajudam as pessoas de todas as idades a buscarem viver de forma mais feliz, mais saudável e até mais produtiva.” – sugere a psicóloga.

A psicoterapia é um tratamento fundamentado no diálogo e baseado na ciência da psicologia. As sessões de psicoterapia oferecem um ambiente que permite ao paciente falar sem restrições, com alguém neutro diante de sua demanda. Segundo Thaiana…

“Você e seu psicólogo trabalharão em conjunto para identificar e mudar os padrões de pensamentos e de comportamentos que estão o impedindo de se sentir melhor.”

É muito comum pessoas que desacreditam da eficácia da terapia. Algumas, simplesmente por não acreditarem. Outras porque desconhecem o trabalho psicoterapêutico. Mas é importante ressaltar que a psicoterapia é um trabalho realizado com base numa ciência, a psicologia.

Normalmente, as pessoas que buscam a terapia é porque já não se sentem capazes de lidar com alguns problemas e decidem que, finalmente, precisam de ajuda.

“Há ainda aqueles que procuram a psicoterapia por estarem enfrentando alguns problemas de curto prazo e precisam de orientações, como é o caso de divórcio, morte de uma pessoa próxima ou não se sentido confortável com o emprego.” – ressalta Thaiana.

Quando o paciente busca fazer terapia, é importante que também conheça um pouco mais sobre as técnicas usadas nos atendimentos. Segundo Thaiana…

“Existem várias abordagens na psicoterapia, tais como a terapia comportamental, terapia cognitiva, psicanalista, humanista. Psicólogos geralmente recorrerão a uma ou mais destas linhas como manejo clínico, se apropriando de instrumentos de outras vertentes como forma de intensificar os resultados.”.

O paciente pode conhecer o perfil do terapeuta antes de marcar uma sessão. Saber sobre sua formação, qual método adotado em seus atendimentos, etc;

“Ao escolher o seu psicólogo observe atentamente se ele lhe transmite segurança em sua conduta clínica e se tem habilidade de uma escuta empática e acolhedora.” – conclui Thaiana Brotto.

Para ler sobre o assunto na íntegra, acesse https://www.psicologosberrini.com.br/clinica-de-psicologia/porque-fazer-terapia/

Psicóloga Thaiana Brotto

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

O que é procrastinação e como lidar com ela

O que é Procrastinação

Como lidar com a procrastinação

Texto original elaborado pela psicóloga Ingrid Machado , psicóloga do Consultório Psicólogos Berrini.

Assim como pudemos notar no texto sobre procrastinação da psicóloga Ingrid, é possível encontra-la em diversos momentos da vida do indivíduo.

“E isso acontece muito e com muita gente no trabalho, nos estudos, na vida social, nos cuidados com a saúde e até com tarefas do cotidiano. Isto porque temos dificuldade de lidar com tarefas difíceis que só nos trarão retorno prazeroso a longo prazo (ou nem trarão retorno algum)” – explica a terapeuta comportamental.

Ou seja, em geral, estamos sempre ligados àquilo que nos trará respostas imediatas, e o que acreditamos que pode esperar mais um pouco, deixamos de lado. Isso porque o ser humano está sempre em busca de momentos prazerosos.

Segundo a psicóloga,

“… pessoas com esse problema são taxadas muitas vezes pelas outras como irresponsáveis, imaturas, desorganizadas e acabam elas próprias acreditando nisso, ao invés de perceber que isso é um problema e como tal pode e deve ser tratado.”

A terapia comportamental lida de forma objetiva com a procrastinação. O terapeuta irá em busca das causas, das dificuldades do paciente em lidar com tarefas consideras “difíceis” ou “desprazerosas”, quais os sentimentos ligados a este tipo de comportamento, e quais as melhores formas de o indivíduo passar a ter esses sentimentos e comportamentos mais adequados, melhorando sua qualidade de vida e daqueles que estão ao redor e que, de certa forma, se sentiam prejudicados pela procrastinação do outro.

Você poderá entender um pouco mais sobre a procrastinação lendo o texto na íntegra da psicóloga Ingrid Machado em Procrastinação

Psicóloga Ingrid Machado

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.