Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Como desenvolver a sua criatividade

Como desenvolver a sua criatividade

A criatividade é uma competência importante para você desenvolver ao longo da sua vida. Ela é útil tanto para a sua carreira profissional quanto para a autorrealização oriunda de projetos pessoais e do seu propósito de vida.

Pessoas criativas são admiradas por sua capacidade de pensar fora da caixa e mostrar ao mundo criações jamais vistas.

O que é pensamento criativo?

Você pensa de forma criativa? Ter um pensamento criativo significa ser capaz de olhar para algo de uma maneira diferente. Este algo pode ser objetos, acontecimentos, vestimentas, caminhos feitos para o trabalho, alimentos e quaisquer coisas que compõem o seu dia a dia e com as quais você já está acostumado.

Nesses elementos mundanos, a pessoa com pensamento criativo consegue discernir detalhes pouco óbvios e criar novos significados para eles, transformando algo comum em extraordinário. Dessa maneira, ela consegue modificar maneiras antiquadas de executar tarefas e resolver problemas.

O pensamento criativo é vantajoso tanto para o indivíduo quanto para as empresas. A pessoa criativa consegue trazer olhares inéditos para os seus projetos pessoais ao combinar elementos já existentes ou optar por um ângulo pouco explorado. Já no ambiente profissional, ela direciona a organização para caminhos inovadores, produtivos e interessantes.

Algumas pessoas são naturalmente criativas. Assim, elas tendem a optar por profissões em campos de atuação criativos, como comunicação, marketing, design, ilustração, gastronomia, entre outros.

Já outras têm dificuldade para pensar criativamente. Esses indivíduos podem desenvolver o pensamento criativo com a prática. Mesmo que esse desafio pareça impossível à primeira vista, vale a pena arriscar e trabalhar a criatividade.

Ainda que tenham trabalhos operacionais, essa competência pode ajudar indivíduos não-criativos a enriquecer a qualidade das suas produções e, ainda, aprimorar meios de execução. A criatividade é útil para uma diversidade de áreas de atuação.

7 dicas para desenvolver a criatividade

A prática constante é a única maneira de desenvolver a criatividade. Quem possui dificuldade para interpretar conceitos abstratos e ter novas ideias precisa exercitar o pensamento criativo em tudo o que faz para pegar o jeito.

A boa notícia é que esse processo não é monótono tampouco cansativo, rendendo bons momentos de reflexão e de mudança de perspectiva.

Veja como desenvolver a sua criatividade em sete passos simples. Pode demorar mais para quem não é naturalmente criativo começar a pensar criativamente, então, não desanime se as dicas não surtirem efeito em curto prazo. Afinal, é preciso dar tempo ao tempo para fazer modificações grandiosas em nossa personalidade com sucesso!

1.    Expanda os seus horizontes

Valor consulta atendimento online e presencial psicóloga Letícia






Não quero informar nome ou e-mail





Pessoas criativas não se limitam a poucos modos de pensar e de fazer as coisas. Por terem a mente aberta, buscam inspiração em culturais distantes, obras de outrora e fontes que poucos considerariam usar.

Do mesmo modo, elas não temem buscar soluções novas e excepcionais, as quais parecem que nunca darão certo quando aplicadas no contexto de suas vidas. Talvez seja necessário fazer adaptações para a ideia inusitada fazer sentido, e as pessoas criativas aceitam esse desafio de braços abertos.

Portanto, para desenvolver a sua criatividade, expanda os seus horizontes. Consuma conteúdos diferentes dos habituais, converse com um grande número de pessoas, reflita sobre diferentes pontos de vista e tenha experiências diversas. Aos poucos, você aumentará o seu repertório cultural e intelectual.

Você também pode se desafiar a buscar soluções fora do lugar-comum, o qual você já reconhece a quilômetros de distância. Sempre que quiser fazer alguma coisa do mesmo jeito de sempre, reflita sobre como pode mudar a sua execução e ainda ter o mesmo resultado.

2.    Combine ideias antigas

O processo criativo não é feito somente de ideias frescas.

Muitas vezes a obra final de um artista é composta por um conjunto de ideias antigas e novas. É por isso que muitos aconselham fazer anotações de todas as suas ideias, mesmo que não sejam viáveis ou interessantes naquele exato momento. No futuro, elas podem se tornar úteis.

Assim, adquira o hábito de anotar impressões, observações, ideias e planos malucos em um caderno, bloco de notas ou aplicativo de celular. Quando estiver desenvolvendo ou participando de um projeto, seja profissional ou pessoal, revisite aquelas ideias e veja quais podem fazer sentido para aquela empreitada.

A combinação de ideias antigas e novas resulta em obras distintas e singulares, as quais levam a sua marca registrada. É isso que costuma diferenciar os produtos de artistas e de profissionais.

3.    Compreenda o problema

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Para você encontrar uma solução criativa para um problema, precisa saber tudo sobre ele. Portanto, analise com cuidado cada aspecto, cada ângulo, cada impacto e cada opinião resultante de um problema específico para diversificar a sua busca por uma solução.

Buscar inspiração em situações semelhantes solucionadas por outras pessoas, histórias de personalidades de destaque, e em conselhos de amigos (conselhos produtivos que podem ser realmente aplicados no momento) também é válido.

Uma ideia interessante é fazer um esquema visual com as características do problema e as possíveis soluções. Essa representação pode ajudá-lo a ver pontos que não são explorados somente com o pensamento. De fato, muitas pessoas criativas recorrem a ilustrações e fluxogramas para encontrar soluções inéditas para problemas comuns.

4.    Seja autoconfiante com as suas ideias

Um dos grandes problemas das mentes criativas é o medo de criticismo tanto dos outros quanto de si mesmo.

Os Psicólogos

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

O excesso de autocrítica pode fazer você abandonar uma deia ainda pouco explorada por não se encaixar em seus padrões elevados de perfeição. O medo das críticas alheias também pode incentivar a desistência e, ainda, aumentar o temor de se expor.

Ser criticado faz parte da vivência de todas as pessoas. Ninguém está imune a receber críticas. Mesmo personalidades admiradas ao redor do mundo por sua integridade e grandes feitos foram e ainda são repudiadas de alguma forma.

Então, não importante que tipo de ideia você tiver e desejar compartilhar, as chances de ela ser crítica pelo menos por uma pessoa são altas.

Sendo assim, não faz sentido ter medo. Já que é impossível evitar as críticas, seja confiante em sua capacidade criativa e compartilhe as suas ideias. Transforme-as em produtos concretos, capazes de transformar as vidas das pessoas sem medo.

5.    Participe de uma comunidade criativa

Rodear-se de pessoas criativas irá ajudá-lo a despertar o seu pensamento criativo. Experimente fazer uma aula de uma atividade criativa, como pintura, música, desenho e dança. Converse com os seus colegas para compreender o processo criativo deles, as suas inspirações e motivações.

Além disso, faça parte de grupos nas redes sociais e aplicativos de conversa para discutir assuntos relacionados à criatividade. É possível encontrar uma diversidade de comunidades únicas no universo digital.

Quando estamos perto de pessoas com interesses afins, nos sentimos naturalmente mais motivados a falar e fazer o que nos agrada. É uma maneira de ao mesmo tempo adquirir informação e inspiração e de se motivar a ser criativo no cotidiano. 

6.    Deixe o medo de errar para trás

Guia Completo de Como Selecionar seu Psicólogo

Se você é daqueles que gosta de entender tudo nos mínimos detalhes, então esse guia é para você! No guia completo você vai conhecer todo o processo desde onde procurar e selecionar um psicólogo, como é a primeira consulta, como se preparar para a terapia, como é o processo terapêutico e até como avaliar os resultados.

COMO SELECIONAR O SEU PSICÓLOGO

O perfeccionismo é um dos piores desafios enfrentados pelas pessoas criativas. Se você deseja desenvolver a sua criatividade, precisa deixar para trás o medo de errar. Cometer erros, refletir sobre eles e tentar novamente de uma forma diferente faz parte do processo criativo.

Pessoas perfeccionistas costumam ter mais medo de errar e mostrar as suas falhas para os outros. Porém, dificilmente as pessoas se interessam por nossos erros da forma que acreditamos, a não ser que seja alguém agindo de má fé propositalmente.

Todo mundo está ocupado com os seus próprios problemas e erros. Logo, não sobra tempo para analisar os erros dos outros! Sendo assim, aprenda a errar e apreciar os seus erros, pois são eles que lhe ajudam a crescer e se tornar uma pessoa melhor.

7.    Assuma riscos

Do mesmo modo, dificilmente uma pessoa criativa chega a algum lugar sem assumir riscos. Como o mundo de hoje está saturado de ideias, invenções e soluções, é necessário arriscar de vez em quando para criar algo inédito ou revolucionar um conceito antigo.

Se você tem medo de arriscar, comece enfrentando-o aos poucos. Assuma pequenos riscos ao adotar ideias totalmente fora da sua zona de conforto. Se alguém lhe criticar e você discordar daquela crítica, siga com a mesma ideia até ver o resultado. Mesmo se ele não for bem aceito pelos demais, pelo menos você tirou as suas dúvidas sobre aquela ideia!

Esse processo é feito constantemente por artistas e empresas que ocasionalmente precisam ou desejam arriscar para se destacar ou somente para ter o prazer de fazer algo diferente.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Thaiana Filla Brotto

Thaiana é psicóloga e CEO do consultório Psicólogos Berrini. Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC. Thaiana Brotto é registrada no Conselho Regional de Psicologia sob o número 06/106524

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *