Newsletter Gratuita
Assine Aqui

5 técnicas para o gerenciamento do estresse

Categoria dos serviços da psicóloga: clínica de psicologia
5 técnicas para o gerenciamento do estresse

Tem se sentido estressado e desgastado? Então conheças as 5 maravilhosas técnicas de gerenciamento do estresse.

Você já se perguntou por que está estressado? Muitas vezes é fácil saber o motivo e a causa do que nos leva a ficarmos estressados… Mas o difícil é fazer o gerenciamento do estresse.

Por este motivo, os psicólogos mais familiarizados com o tema deixaram algumas dicas para que possamos entender como fazer esse gerenciamento do estresse.

Não é impossível diminuir o estresse. Ele existe e é um mecanismo usado pela nossa mente para nos avisar de que algo está errado.

O problema é que na atual sociedade da informação, dos negócios fluidos e da hiperatividade social, estamos praticamente desamparados com os recursos para o gerenciamento do estresse.

Médicos recentemente orientavam que o estresse desencadeia uma série de reações hormonais em nosso corpo e que, quando se mantém por muito tempo, pode acarretar sérios danos à nossa psique e ao sistema nervoso.

Acompanhe o texto e veja como fazer o gerenciamento do estresse.

Reconhecendo o estresse

Em primeiro lugar, é muito importante reconhecer o problema. Sem isso, será impossível fazer qualquer gerenciamento do estresse.

Os comportamentos que a nossa rotina demanda por si só mostram fatores estressantes em potenciais, como a agilidade de respostas, cobranças, múltiplas responsabilidades etc.

>>> Veja também: 20 técnicas que te ajudam a controlar a ansiedade no trabalho

Em muitas situações da vida somos levados pela ideia de que nada é mais importante do que as prioridades do dia a dia. No entanto, escolher melhor essas prioridades é o que irá afetar o nosso bem-estar.

Valor Consulta Psicóloga Janaina






Não quero informar nome ou e-mail





Os problemas externos, de uma forma ou de outra sempre existirão, basta sabermos como lidar com eles.

As responsabilidades profissionais, a família, as relações sociais, os sonhos e objetivos, tudo isso exige muito da nossa mente, que precisa estar saudável. Mas nem sempre nos vemos livres das amarras do estresse.

O ponto do controle do gerenciamento do estresse é a base para uma vida melhor e de qualidade.

Para evitar o acúmulo de ansiedade e até mesmo o desenvolvimento de uma depressão, indicaremos 5 formas de gerenciamento do estresse.

Gerenciamento do estresse

O estresse em si não é danoso, como dissemos, ele mesmo é uma reação natural do próprio corpo que está ligada à nossa sobrevivência, ao longo dos tempos.

Para fazer o gerenciamento do estresse, de forma a evitar que ele cause problemas em nossa vida confira algumas dicas.

1. Reduza as causas do estresse

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Como vimos, os problemas externos existem e eles sempre estarão lá. O que é de fato pertinente é a maneira como lidamos com eles. Livrar-se totalmente das causas do estresse é algo impossível, mas reduzi-las é praticável.

A princípio, faça uma análise pormenor de tudo que o rodeia, desde situações estressantes, desde as simples até mesmo as complicadas e de difícil resolução. Ao fazer essa autoanálise, ignore os pensamentos que conduzem ao estresse.

Enumere os pontos, um a um, e estabeleça o que é prioritário e o que não é, porque em grande parte, a ausência de prioridades aumenta a ansiedade.

2. Transforme problemas em soluções

Os Psicólogos

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Nem sempre aquele problema que parece não solucionável é, de fato, tão monstruoso assim. Muitas vezes, a forma como o enxergamos e lidamos podem ser vistos sob outra perspectiva.

Mudar o foco e a visão sobre ele permite alterar e criar uma situação muito melhor, e assim o gerenciamento do estresse pode ser feito mais fácil.

3. Reserve energia e use a razão

O gasto de energia no estresse não permite guardá-la para a solução de problemas, portanto, economize. Quanto mais se irrita menos tempo e energia terá para sair dessa.

O lado emocional não permite ver o problema na sua forma mais real, assim, tente esvaziar a mente e colocar as lentes da razão.

4. Relaxe e concentre-se

Manter a mente tranquila é o melhor remédio para o gerenciamento do estresse. Aprenda a meditar, prevenindo situações de angústia e nervosismo.

Aprenda a manter o controle da sua mente, sempre focada no problema.

5. Optar pelo corpo e mente saudável

Ter uma boa condição física e práticas meditativas ajudam muito na prevenção do estresse nocivo, no próprio gerenciamento do estresse. A boa alimentação e a prática de exercícios físicos trazem muitos benefícios físicos e psicológicos que diminuem consideravelmente o nível de estresse.

Guia Completo de Como Selecionar seu Psicólogo

Se você é daqueles que gosta de entender tudo nos mínimos detalhes, então esse guia é para você! No guia completo você vai conhecer todo o processo desde onde procurar e selecionar um psicólogo, como é a primeira consulta, como se preparar para a terapia, como é o processo terapêutico e até como avaliar os resultados.

COMO SELECIONAR O SEU PSICÓLOGO

Para a mente, escolha afazeres que sejam desvinculados com as causas do estresse, com hábitos prazerosos como a leitura, um hobbie etc.

Sabemos que o estresse prolongado pode gerar complicações como:

  • Patologias diversas;
  • Outros transtornos mentais;
  • Mal-estar psicoemocional;
  • Insônia;
  • Problemas digestivos;
  • Respostas inadequadas às situações.

Assim, o gerenciamento de estresse é um repertório de ações que são utilizadas em favor da redução da ansiedade, de forma a inibir respostas emocionais agressivas.

Infelizmente, muitas pessoas atribuem essas condicionantes do estresse à sua própria personalidade, o que é algo prejudicial, em certo sentido.

Para o gerenciamento de estresse a ajuda de um psicólogo será melhor e adequado nessa tarefa. Durante a psicoterapia, o psicólogo poderá identificar as causas reais do seu estresse e ainda orientá-lo de forma assertiva.

Achou interessante este assunto sobre estresse? Então vai gostar desse artigo: Como o estresse afeta sua saúde

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Autor: Thaiana Filla Brotto

CRP 06/106524 – 6ª Região

FORMAÇÃO

Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.