Newsletter Gratuita
Assine Aqui

7 benefícios do yoga para a saúde mental

7 benefícios do yoga para a saúde mental

Trazido diretamente da Índia, o yoga se popularizou drasticamente nos últimos anos e muitos brasileiros são adeptos da prática regular. É considerada uma atividade física diferente das demais por tratar o corpo e a mente como um só.

Por isso, é uma escolha ótima para quem visa cuidar da saúde mental. Pessoas ansiosas e com síndrome do pânico, em especial, encontram a tranquilidade tão necessária para o seu estado emocional com a prática. Todavia, não deve substituir tratamentos formais!

O yoga, assim como outros exercícios físicos e técnicas de relaxamento, é uma atividade complementar ao tratamento psicológico. Psicólogos encorajam enriquecer o repertório de passatempos para melhorar o controle do humor e, consequentemente, aproveitar mais a vida.

O que é yoga?

O yoga alia movimentos, respiração profunda e meditação. Tem como objetivo, acima de tudo, a integração do corpo e da mente. É originária da Índia e possui diversas variações, sendo que a mais conhecida no ocidente é a praticada por meio da troca de posturas. 

Pode ser feito por pessoas de todas as idades e tipos físicos, com exceção de indivíduos que apresentem algum impedimento físico.

Quais são os princípios do yoga?

Valor Consulta Psicóloga Ingrid






Não quero informar nome ou e-mail





A atividade estimula a conexão consigo mesmo durante a realização dos movimentos e da limpeza de devaneios impróprios. Durante a prática, a correria estressante do dia a dia é momentaneamente esquecida.

Além de estimular o abandono do sedentarismo e o cultivo de um estado emocional mais tranquilo, o yoga possui outros princípios interessantes. Eles podem ser aprendidos com o estudo aprofundado dessa atividade. São eles:

  • Busca pela verdade interior;
  • Desapego de desejos e impulsos, principalmente de caráter material;
  • Prevenção da violência (verbal, moral ou física) com o próximo e consigo mesmo;
  • Otimismo;
  • Alimentação adequada;
  • Disciplina;
  • Contentamento com o presente;
  • Gratidão;
  • Autoconhecimento; e
  • Confiança na vida e em si mesmo.

Alguns praticantes se animam com a possibilidade de fazer posturas mirabolantes e desrespeitam os limites impostos por seu condicionamento físico atual. Assim, causam lesões musculares graves. 

A vontade de evoluir é compreensível contanto que não ultrapasse limitações físicas. O objetivo do yoga não é dominar posições extravagantes nem competir com os demais praticantes quem consegue fazê-las primeiro. Essa mentalidade combate os princípios da prática e prejudica a saúde, portanto, deve ser evitada.

Quais são os benefícios dessa prática?

Obviamente quem se interessa por yoga desfruta de vários benefícios para a saúde física. Porém, essa prática milenar também é benéfica para a saúde mental.

Em especial, pessoas ansiosas, estressadas e/ou que apresentam alguma fobia se deparam com a possibilidade de se tornarem mais calmas. Já quem possui dificuldade para relaxar pode aproveitar o momento de paz interior proporcionado pela atividade física.

Abaixo, confira mais benefícios para a saúde da mente.

1.     Concentração

O yoga naturalmente promove a concentração.

É preciso se concentrar nos movimentos corporais para fazer as posições da maneira correta e manter o equilíbrio por um período prolongado. Consequentemente, a sua concentração no trabalho e em casa melhora sem que você perceba. 

Além disso, à medida que aperfeiçoa a prática, você desenvolve uma percepção mais aguçada do corpo. Muitos praticantes afirmam sentir músculos específicos, os quais não conseguiam controlar antes.

Deste modo, o controle corporal durante a realização de movimentos simples, como levantar um objeto ou se levantar da cadeira, também aumenta de maneira considerável.

2.     Controle de emoções

O yoga leva as pessoas a um estado imperturbável de tranquilidade. A respiração profunda aliada aos movimentos vagarosos acalma a mente e regula os batimentos cardíacos.

Praticantes deixam a aula com uma sensação gostosa de serenidade interior, a qual, por sua vez, se prolonga pelo restante do dia. Com uma postura tranquila, você obtém mais controle sobre as suas emoções.

Indivíduos que não costumam pensar antes de agir ou que reagem com intensidade aos acontecimentos casuais, por exemplo, se transformam em versões mais centradas de si mesmos. 

Além do mais, você pode utilizar a “respiração do yoga” emprestada em situações de grande tensão emocional. Quando sentir raiva descontrolada ou ficar desesperado, inspire profundamente e exale em seguida para limpar a mente. Aliás, psicólogos recomendam a prática diária de técnicas de respiração para tornar a gestão emocional mais eficiente.

3.     Aproveitamento do presente

O estado de serenidade resultante do yoga não é proporcionado somente pela respiração profunda. É resultado do foco no momento presente!

Pensamentos conflitantes desaparecerem a cada nova posição, pois você precisa se concentrar em manter as posturas e ouvir as instruções do professor. Basicamente, não sobra tempo para pensar em nada além do que se está fazendo no momento.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Sem devaneios acelerados e preocupações com pendências para distraí-lo, você é capaz de manter o foco somente no que é importante. Por isso, o yoga é visto como uma atividade física que, aos poucos, se transforma em um estilo de vida voltado à apreciação de pequenas alegrias.

Ficar muito tempo em silêncio e se movimentado lentamente pode parecer torturante para quem é ansioso. Mas, o esforço vale a pena!

Uma das características marcantes da ansiedade é justamente o desvio do foco para acontecimentos futuros. O yoga é excelente para controlar pensamentos turbulentos para, então, trazer a mente de volta para o presente.

4.     Relaxamento

Nos dias atuais, o relaxamento se tornou um luxo para a maioria. Com agendas lotadas de compromissos inadiáveis, as pessoas transitam entre períodos estressantes todos os dias. Uma das consequências claras dessa realidade é a síndrome de burnout e a desregulação emocional.

O yoga proporciona o esquecimento do estresse diário para que você consiga, enfim, relaxar os ombros (e o resto do corpo). É um momento somente seu, onde interferências externas passam longe.

O relaxamento é essencial para reduzir os níveis dos hormônios do estresse, como o cortisol e a adrenalina, no organismo. Quando produzidos em proporções exageradas, acarretam uma série de complicações de saúde.

Então, se você não é muito fã da ideia de dedicar uma hora de sua vida a uma atividade relaxante, repense essa possibilidade para o bem da sua saúde física e mental.

5.     Sono de qualidade

Não consegue dormir? Tem insônia ou acorda diversas vezes à noite? Considere fazer yoga para adormecer mais rapidamente. Com a redução do estresse e a consequente elevação da tranquilidade, a hora de dormir deixa de temerosa.

Você também pode fazer algumas posições simples antes de dormir para aliviar a tensão muscular e desacelerar os batimentos cardíacos. Existem posturas especialmente para assegurar uma boa noite de sono.

6.     Previne doenças

Um benefício de movimentar o corpo, seja em alta ou baixa intensidade, é a prevenção de doenças. O yoga exercita o coração, os ossos e os músculos, além de fazer o sangue circular. Alivia também dores típicas de uma rotina de trabalho puxado, como o desconforto na região lombar, no pescoço e nos joelhos.

Logo, a prática contínua dessa atividade corrobora para um estilo de vida mais saudável, livre de patologias e dos desconfortos oriundos do trabalho sedentário.

7.     Felicidade

Os Psicólogos

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

O período de movimentação ininterrupta libera hormônios essenciais para a felicidade cotidiana, como a serotonina e a dopamina. Conhecidos como “hormônios da felicidade”, elevam imediatamente o humor após a prática de exercícios.

Além de ajudarem a manter a alegria, afastam mazelas provocadas pelo estresse e blindam contra emoções desagradáveis. Dessa forma, lidar com pessoas e situações inconvenientes não causa grandes impactos no bem-estar emocional.

Em outras palavras, praticar yoga ou qualquer atividade física do seu gosto é também uma forma de conservar a sua saúde mental.

Benefícios para a saúde física

O foco deste post é a saúde da mente, mas, como o yoga e as atividades físicas em geral melhoram tanto a saúde física quanto a mental, vale destacar alguns benefícios para o corpo.

Pessoas que possuem condições de saúde graves, como diabetes ou hipertensão, por exemplo, podem se beneficiar muito com a prática do yoga! Outras vantagens são:

  • Fortalecimento dos ossos;
  • Fortalecimento da musculatura;
  • Alongamento e flexibilidade;
  • Redução da pressão arterial;
  • Regulamento do sistema nervoso;
  • Equilíbrio do sistema endócrino;
  • Melhoramento da postura, prevenindo desvios da coluna vertebral;
  • Redução de dores nas articulações;
  • Diminuição do açúcar no sangue; e
  • Prevenção de patologias do sistema digestivo.

Se você ficou curioso para experimentar o yoga, busque um estúdio local e converse com o instrutor/professor. É importante deixar o profissional saber se você possui alguma condição física que pode se agravar ao realizar determinados movimentos.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Psicóloga Thaiana

CRP 106524/06. A psicóloga é CEO do consultório Psicólogos Berrini. Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *