Newsletter Gratuita
Assine Aqui

Como se tornar uma pessoa otimista

Como se tornar uma pessoa otimista

Ser otimista nem sempre é fácil. Algumas pessoas têm tendência natural para enxergar a vida com melancolia enquanto outras não compreendem o verdadeiro significado do otimismo. Acreditam se tratar de uma felicidade perene, mas não é bem assim.

Otimismo é uma disposição natural para enxergar as situações pelo lado positivo, almejando um desfecho favorável. Mesmo em momentos difíceis, a pessoa otimista encontra forças para esperar pelo melhor. No entanto, ela não é ingênua.

A pessoa otimista reconhece que às vezes é impossível fugir das consequências de um acontecimento ruim, como a morte de um ente querido ou um acidente de trânsito que deixa sequelas. Para tornar a situação mais suave, contudo, busca pelos aspectos positivos e não deixa de crer em um final feliz.

Afinal, do que adianta ser pessimista nessas circunstâncias?

A ciência do otimismo

A ciência já sabe que a saúde da mente influencia a saúde do corpo. Os nossos pensamentos alimentam emoções que, por sua vez, impactam o funcionamento do nosso organismo.

Indivíduos tristes, angustiados ou mal-humorados têm dificuldade para sair desses estados de humor porque a produção de cortisol, famigerado hormônio do estresse, em seu organismo é alta.

Níveis elevados de cortisol resultam em doenças psicossomáticas, como enxaqueca crônica, dores musculares, gastrite, alergias de pele, hipertensão, patologias cardíacas e outras condições de saúde.

Já indivíduos alegres e serenos não precisam se preocupar com essa possibilidade. Estes estados de humor encorajam pensamentos e emoções positivas, as quais estimulam a produção dos chamados hormônios da felicidade – endorfina, dopamina, serotonina e ocitocina. Logo, o seu sistema imunológico é mais forte.

Sendo assim, é mais vantajoso para a saúde mental e física ser otimista até nos momentos de adversidade. Enfrentar uma doença grave com uma postura de otimismo, por exemplo, abranda a experiência e, ainda, combate o agravamento de sintomas.

O mesmo é válido para quem vive em condições de extremo estresse em casa ou no trabalho. Se a possibilidade de se afastar dessas realidades é inexistente, ser otimista é uma saída para torná-las mais agradáveis.

Fuja do otimismo cego

Valor consulta atendimento online e presencial psicóloga Vânia






Não quero informar nome ou e-mail





O otimismo cego é caracterizado pela dificuldade ou a resistência em enxergar a realidade como ela é. Ele deslegitima o sofrimento (alheio e o seu próprio) ocasionado por uma situação ou um indivíduo para favorecer a ilusão de felicidade constante.

Embora seja necessário nutrir emoções positivas no cotidiano para ter uma vida saudável e preservar o bem-estar emocional, não se pode negar a negatividade presente em determinadas ocasiões. A identificação dos aspectos negativos é fundamental para erradicá-los.

O fator-chave do otimismo cego é a sustentação de uma realidade desfavorável. Indivíduos otimistas em demasia não criticam nem fazem ponderações, sendo permissivos perante injustiças.

Quem está em um relacionamento abusivo, por exemplo, reafirma para si mesmo que não há problemas em sua relação. Tudo acabará bem entre ele e a pessoa amada! O excesso de otimismo prolonga o seu sofrimento e fortalece a confiança do cônjuge abusivo.

O otimista sadio não ignora os desafios diários nem tenta fugir de emoções como tristeza e raiva. Ele também fica desesperançoso, impaciente e angustiado. Entretanto, compreende que essas emoções são passageiras e não se apega a elas.

Esta conduta é oposta ao do pessimista. Ele não deixa as sensações, emoções e sentimentos ruins desaparecem com a passagem do tempo. Muitas vezes, já alimenta a ansiedade e o medo antes mesmo de algo ruim acontecer.

Para que o otimismo seja saudável e não se transforme em uma ilusão, é preciso encontrar um equilíbrio entre ser otimista e ser realista. Assim, é possível modificar a sua postura conforme o requisitado por cada momento.

Como ser mais otimista?

É possível treinar o seu cérebro para ser mais otimista! O processo é semelhante a implementação de um novo hábito ou a aquisição de uma nova habilidade. Do mesmo modo, requer tempo, paciência e disciplina.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Deixe seu e-mail abaixo e receba semanalmente conteúdos gratuitos
Politica de Privacidade
Não se preocupe, não fazemos spam.

Uma pessoa que passou a vida toda sendo pessimista não vai conseguir modificar o seu jeito de pensar com rapidez. Ela precisa passar por um “treinamento”, o qual pode ser aplicado por ela mesma ou por um profissional da saúde mental, para modificar o seu modo de ver a vida.

Portanto, mesmo se você encontrar dificuldades para mudar a sua perspectiva atual para uma mais otimista, não desista!

Mudanças drásticas, como se costuma ver nos filmes, são insustentáveis na vida real. Cada indivíduo tem o seu próprio ritmo para assimilar e absorver novos valores, comportamentos e hábitos.

Confira as nossas dicas para se tornar uma pessoa otimista abaixo.

1.    Ressignifique as suas crenças pessoais

Você possui crenças como “não adianta tentar”, “não vou conseguir” e “é muito difícil para mim”? Saiba que elas influenciam diretamente o seu comportamento, colaborando para o fracasso e a inaptidão.

Se você é uma pessoa que acredita que nada dá certo em sua vida, reflita sobre a qualidade das suas crenças pessoais. Identifique quais fortalecem a baixa autoestima, a ausência de autoconfiança, o medo de tentar e a vontade de se vitimizar.

Reflita sobre crenças as quais você acredita serem positivas. Como uma pessoa vencedora pensa? Coloque-se no lugar de uma personalidade admirável para compreender a sua estrutura de pensamento de sucesso.

Alguns exemplos são: “tudo é possível”, “eu posso conquistar tudo o que desejo” e “o importante é persistir”.

2.    Identifique oportunidades

Uma forma de aprender a ver o lado positivo em todas as circunstâncias é tentar identificar as oportunidades presentes nelas.

Analise quais fatores você pode aproveitar para amadurecer emocionalmente, se autoconhecer e desenvolver habilidades socioemocionais. Por vezes, as melhores oportunidades são aquelas que o ajudam a ser uma pessoa melhor e emocionalmente saudável em vez das que resultam em ganho material.

3.    Faça afirmações positivas

Para treinar o seu cérebro a pensar de modo otimista, você precisa lembrá-lo com constância de como é bom nutrir pensamentos assim. Afirmações positivas podem ajudá-lo a alcançar esse objetivo.

Abaixo, você encontra alguns exemplos, mas também pode criar as suas próprias afirmações com base em suas necessidades emocionais.

  • “Eu posso realizar tudo o que quero com persistência.”
  • “Quanto mais desafios eu supero, mais motivação encontro.”
  • “A vida não precisa ser perfeita para ser maravilhosa”.

4.    Comece um diário da gratidão

Os Psicólogos

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

A gratidão é uma grande aliada dos otimistas. Quem crê em um final feliz independentemente de influências do meio, tem o hábito de agradecer.

A gratidão lhe proporciona uma nova perspectiva sobre a sua vida, as suas lembranças, as suas posses, os seus relacionamentos, a sua personalidade e as suas conquistas. É comum nos esquecermos da verdadeira importância desses fatores com a correria.

Ao dedicar um tempo específico somente para agradecer, você identificará o que realmente faz diferença na qualidade da sua vida e de suas emoções. Com a prática, deixará de dar importância para as situações e as pessoas que costumam lhe desestabilizar emocionalmente.

5.    Pratique a atenção plena

A atenção plena também pode ajudar você a ser mais otimista. Essa técnica de meditação o ensina a se manter no presente, vivenciando somente as emoções, os acontecimentos e as relações que fazem parte da sua realidade atual.

A tendência de quem vive com excesso de passado é ser pessimista uma vez que o apego emocional aos traumas e mágoas traz sentimentos ruins. Esses indivíduos vivem na defensiva e não conseguem aproveitar novas experiências e relacionamentos bacanas. 

Sendo assim, pratique a atenção plena, ou a mindfulness, para aprender a manter o foco somente no presente.

6.    Faça uso de ferramentas quando preciso

Para melhorar o seu treinamento para ser otimista, você pode utilizar aplicativos de meditação, de diário de gratidão e de autoestima. Da mesma forma, pode fazer uso de cadernos para ajudar a estimular um novo jeito de pensar.

Por exemplo, quando não conseguir enxergar o lado bom de um acontecimento, sente-se e escreva em detalhes como as circunstâncias atuais impactam a sua vida. Fazer esse panorama vai ajudá-lo a encontrar pontos positivos escondidos na situação.

Exercícios físicos, vídeos alto-astrais, psicoterapia e livros interessantes sobre este tema são outras ferramentas eficazes.

7.    Crie técnicas para aliviar o estresse

Como se sabe, o estrese tem capacidade de influenciar negativamente a vida das pessoas. Como é impossível fugir dele, todo mundo deveria desenvolver técnicas para gerenciá-lo.  Elas devem se adequar a personalidade e ao modo de vida de cada um já que cada pessoa possui necessidades únicas. Por exemplo, relaxar no fim do dia com uma sessão de meditação é o ideal para uns. Já outros se livram do estresse praticando esportes.

Quem leu esse texto também se interessou por:

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

Sobre Thaiana Filla Brotto

Thaiana é psicóloga e CEO do consultório Psicólogos Berrini. Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC. Thaiana Brotto é registrada no Conselho Regional de Psicologia sob o número 06/106524

2 comentários em “Como se tornar uma pessoa otimista

  1. Está pandemia mecheu no ego até dos mais otimistas,, porém deu a oportunidade de repensarmos em variados situações, agradecida vc me fez ver a real esperança de soluções, sempre há uma saída,surgem novas ideias, fiquei mais agradecida por tudo que conquistei é feliz por fazer mais do que só receber, esperança é a chave que nós move é vêm de dentro ,obrigada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *