Como identificar a ansiedade?

Categoria dos serviços da psicóloga: ansiedade
Como identificar a ansiedade

Em alguns momentos da vida, antes de reuniões importantes, entrevistas decisivas ou dificuldades financeiras, todo mundo se sente um pouco nervoso e ansioso. Porém, para algumas pessoas, a ansiedade é algo mais frequente, que atrapalha o andamento normal da vida. Quem sente-se assim, sofre do Transtorno de Ansiedade, uma doença séria, que se manifesta de diversas maneiras e precisa ser tratada por um psicólogo.

A ansiedade acontece como uma resposta fisiológica a algo que ainda vai acontecer. É uma reação de muita adrenalina que precede um momento de estresse. Ela pode até ser benéfica, conduzindo nossa atenção para o evento que teremos. Só que, em alguns casos, a ansiedade pode levar o indivíduo a um ataque de pânico, em que ele não consegue mais realizar suas tarefas normalmente.

É bem difícil diagnosticar a ansiedade normal do dia a dia e a patológica, e o psicólogo é o profissional capacitado para fazer esse diagnóstico de maneira mais precisa. No entanto, alguns sintomas e situações são um alerta de que a sua ansiedade está passando do limite aceitável. Sensação de aperto no peito, tremores, hábito de roer unhas, enjoos, vômitos, náuseas, falta de ar e tensões musculares são alguns deles.

Está procurando por psicóloga em São Paulo para questões de ansiedade? Então conheça as psicólogas no nosso consultório de psicologia, confira o valor da consulta e agende uma consulta diretamente pelo site.

Quem sofre de Transtorno de Ansiedade tem esses ataques de adrenalina com muito mais facilidade e pode sentir constantemente que algo sério está prestes a acontecer, mesmo sem ter nenhum motivo para isso. Com isso, se torna uma pessoa preocupada, tensa, sem foco e com baixo rendimento nos estudos e atividades profissionais.

Sinais de que a ansiedade passou do limite

1 – Crises de pânico

Quem sofre de ansiedade crônica costuma ter crises de pânico. Esses episódios são caracterizados por sensações físicas bem intensas, como taquicardia, sudorese, dor no peito e formigamento nas mãos. Além disso, o indivíduo sente-se extremamente angustiado e desesperado. Em algumas situações, ele pode achar que vai morrer naquele mesmo instante.

2 – Problemas de sono

Dificuldade em começar a dormir ou de se manter dormindo por toda a noite é sinal de ansiedade crônica. Quem sofre desse problema costuma deitar e se manter acordado, pensando em problemas específicos, programando detalhadamente o dia seguinte ou não consegue se desligar, sentindo-se muito agitado.

3 – Problemas de digestão

Nosso sistema digestivo é muito sensível às emoções. Por isso, é comum que pacientes que sofram com a ansiedade tenham também problemas digestivos, como a Síndrome do Intestino Irritável. E o pior é que esse problema acontece de maneira cíclica: o paciente tem a síndrome por sofrer de ansiedade, mas, por causa das complicações dela, torna-se ainda mais ansioso.

4 – Perfeccionismo

O perfeccionismo é bem constante no Transtorno Obsessivo Compulsivo, que também faz parte do quadro de Ansiedade. Pessoas que estão o tempo todo se julgando, se avaliando e têm muito medo de errar podem estar sofrendo com esse problema. Por isso, elas se sentem muito incomodadas e angustiadas até terem tudo da maneira exata que planejaram, e, ao terminar, podem não estar satisfeita e começar a busca pela perfeição novamente.

Outros textos que podem lhe interessar

Autora: Thaiana F. Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.